Exportar registro bibliográfico

Práticas de leitura na escola hoje: representações em conflito (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: AMPARO, PATRíCIA APARECIDA DO - FE
  • Unidade: FE
  • Subjects: ENSINO MÉDIO; LEITURA; COTIDIANO ESCOLAR; REPRESENTAÇÃO
  • Keywords: Cotidiano escolar; Ensino médio; High school; Leitura de obras literárias; Práticas de leitura; Reading of literary works; Reading practices; Representações; Representations; School daily
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa tem como objetivo compreender como as relações entre as representações de professores e alunos do ensino médio, quando confrontadas às regras escolares, aos currículos e aos materiais didáticos, engendram disputas em torno da leitura legítima de obras literárias no espaço escolar. Assim, a partir da perspectiva sóciohistórica, a pesquisa coloca em cena o modo como a linguagem ganha funções e sentidos na trama do cotidiano escolar por meio da força exercida por agentes cujas posições sociais estabelecem pontos de tensão, questionamento e resistência à cultura legítima ao mesmo tempo em que produzem a matriz socializadora possível, como propõe Bernard Lahire, a partir da qual a escola produz disposições com relação à linguagem. Partimos da compreensão que o ensino médio vem passando por períodos de expansão desde o início do século XX que ampliaram a presença de diferentes grupos sociais em seu interior, o que dá contornos específicas às disputas em tela. Para a confecção da pesquisa, utilizamos como fontes as observações das aulas de Língua Portuguesa no ensino médio; os livros didáticos presentes nas aulas; e os currículos estadual e federal em vigência; além disso, realizamos entrevistas com oito alunos e duas professoras de Língua Portuguesa; e uma enquete com os alunos do ensino médio regular. Para construirmos nossas análises, buscamos a contribuição de autores como Roger Chartier, Pierre Bourdieu e José Mário Pires Azanha. Percebeu-se que por meio de açõessocialmente situadas, estruturadas por esquemas cognitivos advindos do mundo natal e da incorporação de sentidos escolares temporalmente articulados, os alunos e as professoras efetuam reelaborações de leitura de obras literárias na escola. Ao colocar em evidência a leitura segundo as concepções curriculares e presentes no inconsciente escolar, as professoras efetivam uma apropriação problemática das obras literários, favorecendo relações que tomam a leitura como objeto. Ao mesmo tempo, os alunos parecem negar o que é ensinado na escola, pois não são explicitadas suas aproximações com a cultura natal. Resta a impressão de uma escolarização sem sentidos e de conteúdos com pouco utilidade em seus projetos de futuro
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.11.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      AMPARO, Patrícia Aparecida do; MORAES, Dislane Zerbinatti. Práticas de leitura na escola hoje: representações em conflito. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15022018-102511/ >.
    • APA

      Amparo, P. A. do, & Moraes, D. Z. (2017). Práticas de leitura na escola hoje: representações em conflito. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15022018-102511/
    • NLM

      Amparo PA do, Moraes DZ. Práticas de leitura na escola hoje: representações em conflito [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15022018-102511/
    • Vancouver

      Amparo PA do, Moraes DZ. Práticas de leitura na escola hoje: representações em conflito [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15022018-102511/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021