Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Padrões alimentares praticados por adolescentes: influência de fatores socioeconômicos e relação com o estado nutricional (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: BORGES, CAMILA APARECIDA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • DOI: 10.11606/T.6.2016.tde-29022016-134536
  • Subjects: ADOLESCENTES; HÁBITOS ALIMENTARES; ESTADO NUTRICIONAL; CONSUMO DE ALIMENTOS; OBESIDADE; SOBREPESO; ANÁLISE FATORIAL; ANÁLISE MULTIVARIADA; FATORES SOCIOECONÔMICOS
  • Language: Português
  • Abstract: No geral, os adolescentes que possuíram maior renda ou bens materiais e maior nível de escolaridade do adulto responsável praticaram padrões alimentares um pouco mais saudáveis. No entanto, no Brasil a maior escolaridade da pessoa de referência do domicílio por si só não está diretamente associada a melhores práticas alimentares entre os adolescentes, o contrário do que acontece na Europa. Sendo assim, o maior acesso à renda e a maior escolaridade dos responsáveis desempenham um papel importante na adoção de padrões alimentares mais saudáveis entre os adolescentes.Resultados: Na revisão da literatura foi verificado grande heterogeneidade na escolha doscritérios adotados durante as múltiplas etapas das técnicas multivariadas. No segundo manuscrito, foi verificado que quanto maior a adesão ao Padrão Lanches e ao Padrão Snacks maior a chance de estar com excesso de peso e obesidade. No terceiro manuscrito, 10 padrões alimentares foram identificados entre adolescentes de áreas urbanas no Brasil e Europa. Entre os adolescentes brasileiros, maiores níveis socioeconômicos e educacionais da pessoa de referência do domicílio foram associados positivamente com o padrão composto por queijo, cereais matinais, frutas e sucos de fruta, leite e derivados. Entre os adolescentes europeus, maiores níveis socioeconômicos e maior educação das mães foram positivamente associados ao padrão composto por bebidas lácteas, cereais matinais; leite e derivados, manteiga e margarina, além disso, maiores níveis socioeconômicos também foram negativamente associados com o padrão composto por óleos vegetais, nozes, sementes, pão, carnes, leguminosas, hortaliças e tubérculos, ovos e os maiores níveis de de educação materna foram associados negativamente com o padrão composto por pão; carne; bebidas açúcaradas e salgadinhos. Conclusão: Os achados mostraram a elevada prática de padrões alimentares baseados em alimentos com altas concentrações de gorduras e açúcares os quais estão sendo responsáveis pelo aumento no excesso de peso e obesidade entre os adolescentes brasileiros.Introdução: A caracterização dos padrões alimentares dos adolescentes permite analisar os efeitos da dieta como um todo sobre a saúde. Objetivos: Identificar na literatura científica as múltiplas soluções adotadas nas técnicas multivariadas para obtenção de padrões alimentares; Analisar a relação entre os principais padrões alimentares praticados por adolescentes brasileiros com o excesso de peso e obesidade e Analisar a influência de fatores socioeconômicos sobre os principais padrões alimentares praticados por um grupo multiétnico de adolescentes. Métodos: Esta tese foi composta de três artigos. O primeiro corresponde a uma revisão da literatura sobre padrões alimentares estimados por diferentes técnicas multivariadas. Para os demais artigos duas bases de dados foram utilizadas: a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) de 2008 09 e o estudo Healthy Lifestyle in Europe by Nutrition in Adolescence (HELENA) conduzido em 2006-07. A análise fatorial exploratória foi utilizada para obtenção dos padrões alimentares. O segundo artigo utilizou modelo de regressão logística para verificar a associação entre os escores dos padrões alimentares e o excesso de peso e obesidade ajustado para variáveis socioeconômicas. O terceiro artigo utilizou o modelo de regressão linear para avaliar a associação entre indicadores de renda e escolaridade e os escores dos padrões alimentares.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.02.2016
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/T.6.2016.tde-29022016-134536 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BORGES, Camila Aparecida; SLATER VILLAR, Betzabeth. Padrões alimentares praticados por adolescentes: influência de fatores socioeconômicos e relação com o estado nutricional. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/T.6.2016.tde-29022016-134536 > DOI: 10.11606/T.6.2016.tde-29022016-134536.
    • APA

      Borges, C. A., & Slater Villar, B. (2016). Padrões alimentares praticados por adolescentes: influência de fatores socioeconômicos e relação com o estado nutricional. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/T.6.2016.tde-29022016-134536
    • NLM

      Borges CA, Slater Villar B. Padrões alimentares praticados por adolescentes: influência de fatores socioeconômicos e relação com o estado nutricional [Internet]. 2016 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2016.tde-29022016-134536
    • Vancouver

      Borges CA, Slater Villar B. Padrões alimentares praticados por adolescentes: influência de fatores socioeconômicos e relação com o estado nutricional [Internet]. 2016 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2016.tde-29022016-134536


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021