Exportar registro bibliográfico

Própolis verde: otimização da extração de compostos ativos e sua atividade em diferentes modelos experimentais (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: OBARA, THALITA RIQUELME AUGUSTO - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LAN
  • Subjects: ADITIVOS ALIMENTARES; AGENTES ANTIMICROBIANOS; ANTIOXIDANTES; COMPOSTOS FENÓLICOS; PRÓPOLIS; SUPERFÍCIES DE RESPOSTA
  • Keywords: Análise sensorial
  • Language: Português
  • Abstract: O presente estudo teve como objetivo avaliar a atividade antioxidante e antimicrobiana de extratos de própolis verde por meio de analises físico-químicas, químicas e sensoriais, visando seu uso em alimentos. Foi avaliada a influência da sazonalidade sobre os compostos antioxidantes presentes em amostras de própolis verde. Amostras foram coletadas ao longo de um ano e, com o auxílio da Metodologia de Superfície de Resposta, foram produzidos extratos hidroalcoólicos sob condições otimizadas. As variáveis testadas na otimização foram o grau de hidratação do solvente, temperatura e tempo de extração. As respostas foram o teor de Fenólicos Totais e a atividade antioxidante in vitro pelos métodos ORAC (Oxygen Radical Absorbance Capacity), ABTS (2,2'-azino-bis (3-ethylbenzothiazoline-6-sulphonic acid), DPPH (2,2-diphenyl-1-picrylhydrazyl) e FRAP (Ferric Reducing Antioxidant Power). A identificação e quantificação dos compostos fenólicos presentes nas amostras foi realizada por meio de técnicas de cromatografia liquida e gasosa (UPLCDAD e GC-MS), com padrões antioxidantes. Os ensaios de otimização permitiram a produção de extratos de própolis verde com alta atividade antioxidante, confirmada pela presença de compostos antioxidantes, com uso de etanol 70% (etanol: agua, v/v), a 45°C por 20 minutos. Os teores de ácido clorogênico, ácido cafeico, ácido p-cumárico, kaempferide, pinostrobina e artepelin C foram identificados nas amostras coletadas ao longo do ano, apresentando maiorconcentração na amostra coletada do inverno. Ensaios para avaliação da influência da moagem da amostra bruta sobre teor de fenólicos e atividades antioxidante e antifúngica dos extratos, assim como a determinação da atividade antibacteriana dos mesmos foram desenvolvidos. As bactérias testadas foram Staphylococcus aureus, Listeria monocytogenes e Escherichia coli e os fungos foram Botrytis cinerea e o Rhyzopus stolonifer. Os resultados evidenciaram o efeito inibitório sobre as bactérias e fungos testados. Na avaliação em sistema modelo para determinação da atividade antioxidante, foram utilizadas como matéria-prima oxidável emulsões preparadas com óleo de linhaça e água, adicionadas de diferentes doses de extrato de própolis (50, 100, 150 e 200 mg/kg) e submetidas a teste de oxidação acelerada. Para fins de comparação, os antioxidantes sintéticos permitidos pela legislação brasileira (TBHQ, BHA e BHT) também tiveram sua atividade testada. O teor de hidroperóxidos e absorbância específica no UV foram monitorados durante 120 horas. A concentração que apresentou a maior proteção antioxidante foi avaliada sensorialmente. Os resultados da análise sensorial demonstraram que 100 mg/kg do extrato de própolis foi efetiva, retardando a oxidação lipídica nas emulsões. A análise sensorial indicou que o aroma do extrato de própolis mascarou o odor de ranço, sendo o mais preferido dentre as amostras testadas. Produtos a base de própolis verde apresentaram-se como promissores, dada apresença de compostos bioativos com benefícios reais para aplicação como aditivo em alimentos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.11.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OBARA, Thalita Riquelme Augusto; ALENCAR, Severino Matias de; VIEIRA, Thais Maria Ferreira de Souza. Própolis verde: otimização da extração de compostos ativos e sua atividade em diferentes modelos experimentais. 2017.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-06042018-161559/ >.
    • APA

      Obara, T. R. A., Alencar, S. M. de, & Vieira, T. M. F. de S. (2017). Própolis verde: otimização da extração de compostos ativos e sua atividade em diferentes modelos experimentais. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-06042018-161559/
    • NLM

      Obara TRA, Alencar SM de, Vieira TMF de S. Própolis verde: otimização da extração de compostos ativos e sua atividade em diferentes modelos experimentais [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-06042018-161559/
    • Vancouver

      Obara TRA, Alencar SM de, Vieira TMF de S. Própolis verde: otimização da extração de compostos ativos e sua atividade em diferentes modelos experimentais [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-06042018-161559/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020