Exportar registro bibliográfico

Grupo focal e uso da pesquisa interdisciplinar para conscientização e conhecimento do fenômeno bullying (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MACHADO, MARIA APARECIDA MIRANDA DE PAULA - FOB ; MARCANDAL, GESSYKA GOMES - FOB ; OLIVEIRA, ARIADNES NOBREGA DE - FOB
  • Unidade: FOB
  • Subjects: BULLYING; PESQUISA INTERDISCIPLINAR; ESCOLAS
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: O termo bullying é definido como fenômeno pelo qual uma criança ou adolescente é sistematicamente exposta a um conjunto de atos agressivos, diretos ou indiretos, que ocorrem sem motivação aparente, mas de forma intencional, protagonizado por um ou mais agressor(es) e que ocorrem dentro, no entorno ou entre pessoas de uma mesma comunidade escolar. Na tentativa de suprir a lacuna da literatura sobre promoção de ambientes saudáveis pacíficos e da inserção dos estudantes em atividades reflexivas e que geram argumentação crítica foram realizadas oficinas de trabalho para conhecer e discutir a realidade de cada escola. Dentro dessas oficinas foi utilizado o método de pesquisa interdisciplinar, considerando as competências nos níveis de aprendizagem individual, coletivo e organizacional. O Objetivo foi de conscientizar a comunidade escolar da Rede de Educação Pública de um município do sudeste do Brasil, quanto à existência e formas de enfrentamento do bullying. Método: Os projetos foram submetidos ao Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos, que geraram os Processos nºs 159/2007 - professores; 026/2011 – gestores, professores e estudantes; 145/2011 – equipe de apoio. A pesquisa qualitativa foi descritiva e de intervenção e fez uso de metodologias dialéticas com categorias conceituais comparativas na literatura, na análise dos dados. As oficinas ocorreram em um total de 30, com quatro horas cada uma; em 2011, com 41 professores; em 2012, com 18 professores, cinco gestores da Secretaria de Educação e 12 estudantes, e em 2013 com oito funcionárias da limpeza e cinco merendeiras, por demanda espontânea. Os grupos focais tiveram a duração média de 90 minutos e serviu como forma disparadora de debate, por meio de duas questões (Fale sobre o que é bullying para você e Quais desafios você encontra no trabalho com os estudantes relacionado a este tema).A construção dos instrumentos de pesquisa para observação do fenômeno foi realizada conjuntamente entre gestores, professores, estudantes, equipe de apoio e fonoaudiólogos, para cada grupo. Os protocolos foram aplicados e a coleta de dados acompanhada e discutida em seminários gerais. Resultados e discussão: Em 2011 as oficinas propiciaram reflexão sobre o assunto e sobre a produção do impacto no ambiente escolar. Em qualquer um dos níveis de ensino a maioria dos professores mostrou os meios, conhecimentos, disposição para intervir sobre comportamentos e atitudes. A maioria dos alunos refere a existência desse fenômeno, mas a minoria reage de forma violenta ou apresenta dificuldades de relacionamento familiar e com amigos. Em 2012, cada escola elencou os programas que incluíam o estudante em políticas da gentileza, reflexão e cultura da paz para serem discutidos e implementados. Todas as escolas participantes apresentaram ao menos três programas, construíram outros no decorrer do ano e aprovaram a liderança de estudantes, apoiados por professores que se disponibilizaram, nas ações, como forma de conscientização e empoderamento. Criaram uma agenda para discussão local e um Roteiro de Debate para distribuir na Rede Municipal. Em 2013 a equipe de apoio construiu um protocolo de observação sobre a ocorrência do bullying a partir dos seus pontos estratégicos de trabalho e algumas passaram a fazer parte dos programas que ocorriam. Considerações: O uso da pesquisa interdisciplinar como metodologia de estudo, sensibilização, conscientização e desenvolvimento de conhecimento foi extremamente válido. As competências foram aprimoradas e podem ter ocasionado impactos relevantes na saúde mental da população escolar e nas comunidades.Nos procedimentos de construção dos instrumentos de observação, no seu emprego e nas ações e programas implantados destaca-se a sobreposição do conhecimento do processo pedagógico com o qual os professores atuaram, a sensibilidade e consciência do respeito por atitudes, valores e comportamentos que as crianças e adolescentes apresentaram, a observação empírica e afetiva da equipe de apoio e as noções de cidadania, política e de potencial interação comunicativa entre pessoas que os fonoaudiólogos proporcionaram.
  • Imprenta:
  • Source:
    • Título do periódico: Anais
  • Conference titles: Congresso de Graduação da Universidade de São Paulo

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MACHADO, Maria Aparecida Miranda de Paula; MARCANDAL, Gessyka Gomes; OLIVEIRA, Ariadnes Nóbrega de. Grupo focal e uso da pesquisa interdisciplinar para conscientização e conhecimento do fenômeno bullying. Anais.. São Paulo: Universidade de São Pulo/Pró-Reitoria de Graduação, 2015.
    • APA

      Machado, M. A. M. de P., Marcandal, G. G., & Oliveira, A. N. de. (2015). Grupo focal e uso da pesquisa interdisciplinar para conscientização e conhecimento do fenômeno bullying. In Anais. São Paulo: Universidade de São Pulo/Pró-Reitoria de Graduação.
    • NLM

      Machado MAM de P, Marcandal GG, Oliveira AN de. Grupo focal e uso da pesquisa interdisciplinar para conscientização e conhecimento do fenômeno bullying. Anais. 2015 ;
    • Vancouver

      Machado MAM de P, Marcandal GG, Oliveira AN de. Grupo focal e uso da pesquisa interdisciplinar para conscientização e conhecimento do fenômeno bullying. Anais. 2015 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021