Exportar registro bibliográfico

Diagrama de estado de polissacarídeos não amiláceos isolados da banana madura (Musa cavendishii) (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: MARQUES, BIANCA CRISTINE - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PQI
  • Subjects: POLISSACARÍDEOS; ANÁLISE TÉRMICA; BANANA
  • Agências de fomento:
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho teve por objetivo caracterizar polissacarídeos não amiláceos (PNAs) extraídos de bananas no início da senescência, por meio de calorimetria exploratória diferencial (DSC) e isotermas de sorção de vapor, para construir o diagrama de estado e consequentemente selecionar as melhores condições de uso e armazenamento do produto. Os PNAs foram obtidos de purê de bananas maduras. Os açúcares foram extraídos usando etanol, resultando em uma fração insolúvel rica em PNAs. Esse processo foi feito em seis condições diferentes: duas temperaturas (25 °C e 65 °C) e três tempos de extração (30 min, 60 min e 90 min). Para comparação, realizaram-se testes também com ácido poligalacturônico (APG) e arabinoxilano (AX), PNAs presentes nas bananas, adquiridos puros. Após a extração, a análise térmica foi feita em cadinhos de alumínio, sob atmosfera de nitrogênio. As amostras foram resfriadas até - 60 °C, então aquecidas até 90 °C, a 5 °C/min. As isotermas de sorção foram obtidas usando o método DVS (do inglês Dynamic Vapor Sorption), à temperatura ambiente, de aw = 0,10 até aw = 0,95, com passo de aw de 0,1, tolerância de 0,05 % na mudança de massa (weight trigger), e timeout de 24 h. As amostras com baixos conteúdos de umidade não apresentaram picos de cristalização, mas transições vítreas foram detectadas. Para construir os diagramas de estado e delimitar suas regiões, ajustaram-se os dados aos modelos de Gordon-Taylor, para transição vítrea, e de Chen, para o início da fusão. As isotermas de sorção apresentaram formatos correspondentes ao tipo III. As umidades de monocamada calculadas pelo modelo de GAB ficaram entre 6 g/ 100 g e 16 g/ 100 g de amostra em base seca. A vida de prateleira, a 25 °C em embalagem de polietileno contendo 1 kg de PNAs foi estimada entre 175 e 299 dias.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.02.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARQUES, Bianca Cristine; TADINI, Carmen Cecília. Diagrama de estado de polissacarídeos não amiláceos isolados da banana madura (Musa cavendishii). 2018.Universidade de São Paulo, São Pulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-06042018-141508/pt-br.php >.
    • APA

      Marques, B. C., & Tadini, C. C. (2018). Diagrama de estado de polissacarídeos não amiláceos isolados da banana madura (Musa cavendishii). Universidade de São Paulo, São Pulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-06042018-141508/pt-br.php
    • NLM

      Marques BC, Tadini CC. Diagrama de estado de polissacarídeos não amiláceos isolados da banana madura (Musa cavendishii) [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-06042018-141508/pt-br.php
    • Vancouver

      Marques BC, Tadini CC. Diagrama de estado de polissacarídeos não amiláceos isolados da banana madura (Musa cavendishii) [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-06042018-141508/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021