Exportar registro bibliográfico

O processo de apropriação da política da educação do campo por profissionais de uma escola no interior do estado de São Paulo (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: BEZERRA, DELMA ROSA DOS SANTOS - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: PSICOLOGIA; POLÍTICA EDUCACIONAL; FORMAÇÃO DE PROFESSORES
  • Keywords: Policy of field Education; Política da educação do campo; Process of appropriation; Processo de apropriação; Professoras; Teachers
  • Language: Português
  • Abstract: A Educação do Campo começou a ser gestada, nos anos 1980, pelos Trabalhadores Rurais Sem Terra. Conforme ganhou importância para outros sujeitos sociais, a Educação do Campo foi incorporada na agenda política do país e, ao longo dos anos 1990, consolidou-se como política, o que impôs e ainda impõe desafios aos profissionais da escola do campo no sentido de se apropriarem de uma nova concepção orientadora de suas práticas. Os objetivos desta pesquisa foram investigar como as profissionais de uma escola do campo se apropriam das políticas da Educação do Campo e compreender quais são os mediadores que limitam e potencializam esse processo. O referencial teórico-metodológico adotado foi o da psicologia histórico-cultural, com ênfase nos conceitos de mediação e apropriação de Vigotsky. A pesquisa foi realizada em uma escola localizada em uma área de assentamento da reforma agrária, no interior do estado de São Paulo, e teve como sujeitos cinco professoras, uma coordenadora e uma diretora. A coleta de dados aconteceu por meio de questionário, entrevista semiestruturada e observação. No tratamento dos dados, buscou-se: entender os sentidos e significados sobre Educação do Campo; mapear os mediadores do processo de apropriação dessa política; compreender como os mediadores atuavam no processo de apropriação das profissionais; entender o modo de apropriação pelas profissionais da política da Educação do Campo. Os resultados mostram que: (1) o processo de apropriação dessa políticaaconteceu em diferentes momentos da relação das profissionais com a Educação do Campo e o espaço rural (por exemplo, em um curso de formação de professores e no engajamento com o movimento social); (2) o processo de apropriação era influenciado por diferentes mediadores de diversas naturezas (como a formação e as condições de trabalho); (3) os mediadores caracterizavam-se por duas maneiras de atuarem no processo de apropriação da política da Educação do Campo, como mediadores potenciais-transformadores e mediadores limitadores; 4) a direção e a velocidade do processo de apropriação eram determinadas pelo movimento produzido pela relação entre os mediadores; (5) existia um movimento de articulação entre os mediadores, que influenciava na apropriação das professoras, coordenadora e diretora com a política da Educação do Campo; (6) existia uma inter-relação entre os processos de apropriação de cada profissional; (7) o nível de apropriação de cada profissional era muito parecido porque os mediadores-transformadores de ordem pessoal perdiam força quando passavam a mediar o processo do grupo; (8) o grupo de profissionais da escola do campo tinha uma apropriação muito frágil da política da educação do Campo. Concluímos que o processo de apropriação foi definido pelas relações que as profissionais tinham com a política da Educação do Campo. Essas relações eram reguladas pela dinâmica e articulação dos mediadores e pela interação dos processos de apropriação do conjunto das profissionais. A partir desse entendimento, afirmamos que a apropriação é um processo intricado, no qual os indivíduos, os mediadores e outros processos estão entrelaçados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.02.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BEZERRA, Delma Rosa dos Santos; SILVA, Ana Paula Soares da. O processo de apropriação da política da educação do campo por profissionais de uma escola no interior do estado de São Paulo. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59137/tde-05052017-194405/ >.
    • APA

      Bezerra, D. R. dos S., & Silva, A. P. S. da. (2017). O processo de apropriação da política da educação do campo por profissionais de uma escola no interior do estado de São Paulo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59137/tde-05052017-194405/
    • NLM

      Bezerra DR dos S, Silva APS da. O processo de apropriação da política da educação do campo por profissionais de uma escola no interior do estado de São Paulo [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59137/tde-05052017-194405/
    • Vancouver

      Bezerra DR dos S, Silva APS da. O processo de apropriação da política da educação do campo por profissionais de uma escola no interior do estado de São Paulo [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59137/tde-05052017-194405/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021