Exportar registro bibliográfico

Produção do beijupirá (Rachycentron canadum) visando a rastreabilidade - parâmetros de qualidade ambiental; físico-químicos e microbiológicos da espécie (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, LUCIANA KIMIE SAVAY DA - CENA
  • Unidade: CENA
  • Subjects: AQUICULTURA MARINHA; AVALIAÇÃO NUTRICIONAL; QUALIDADE DA ÁGUA; SAZONALIDADE
  • Keywords: Beijupirá; Cobia; Maricultura; Nearshore; Offshore; Rastreabilidade
  • Language: Português
  • Abstract: Atualmente, o beijupirá é a espécie nativa que reúne o maior número de características em comum com outras espécies aquáticas cultivadas comercialmente, sendo assim, indicada para ser a espécie pioneira na piscicultura marinha brasileira. No entanto, sua criação é incipiente. Neste trabalho, foram realizados dois estudos pontuais: um para monitorar a criação de beijupirás em gaiolas, sistema offshore, no litoral de Pernambuco; e outro para monitorar a criação de beijupirás em tanques-redes, sistema nearshore, no litoral de São Paulo. O objetivo foi aferir parâmetros ambientais de qualidade da água de criação, físico-químicos e microbiológicos do beijupirá, que possam ser utilizados na elaboração de um sistema modelo de rastreabilidade da cadeia produtiva dessa espécie. Em ambos os estudos foram realizadas quatro coletas em diferentes meses do ano, com o intuito de se avaliar as possíveis correlações existentes entre os parâmetros ambientais - índice pluviométrico e temperatura do ar - e os parâmetros de qualidade avaliados na água de criação - oxigênio dissolvido, temperatura, demanda bioquímica de oxigênio, demanda química de oxigênio, salinidade, amônia, nitrito, nitrato, fosfato, carbono orgânico total, turbidez, transparência, CO2, pH, clorofila a e contagem microbiológica - e nos peixes - biometria, rendimento, composição centesimal, ácidos graxos, aminoácidos, pH, bases voláteis totais e contagem microbiológica. Verificou-se que a maioria dos parâmetros físico-químicose microbiológicos avaliados na água de criação, estavam em conformidade com a legislação brasileira vigente ou dentro dos limites sugeridos pela literatura para criação dessa espécie. Todavia, esses parâmetros apresentaram variação nos diferentes meses de coleta, principalmente no estudo realizado no sistema nearshore, o que dificulta afirmar as possíveis interferências desses parâmetros na qualidade e desempenho dos animais. Os peixes amostrados apresentaram baixo desenvolvimento zootécnico, se comparado ao peso total final previsto na literatura para essa espécie. No entanto, o rendimento em filé apresentou-se satisfatório, principalmente no sistema nearshore, aproximadamente 40%. Todas as amostras de filés de beijupirás avaliadas apresentaram conformidade microbiológica, frescor e qualidade nutricional, principalmente no que se refere à composição dos seus aminoácidos e ácidos graxos, com destaque para presença de lisina e ácidos graxos Eicosapentaenoico (EPA) e Docosahexaenoico (DHA), sendo, estas informações úteis para efeitos de marketing na divulgação e estimulo do consumo dessa espécie. O mesmo foi observado para o resíduo gerado após o processamento dos filés, o que sugere a possibilidade de elaboração de coprodutos com qualidade nutricional, tornando a cadeia produtiva dessa espécie mais rentável e sustentável. Os alimentos fornecidos aos animais, não eram adequados para satisfazer as exigências nutricionais dos mesmos, sendo a falta no mercado de raçõeselaboradas com formulações específicas um entrave para o sucesso dessa atividade. Conclui-se que os parâmetros, temperatura da água de criação; rendimento em filé, destreza do filetador; quantidade e tipo de resíduo gerado na filetagem; frescor e qualidade microbiológica dos filés; assim como, composição centesimal dos filés, resíduos e alimento fornecido aos animais, especificamente composição em aminoácidos e ácidos graxos, devam ser monitorados no sistema de rastreabilidade. Quando implementado, o sistema de rastreabilidade permitirá uma tomada de decisão mais consciente a respeito das condições de criação ideais do beijupirá, no intuito de dispor respostas práticas e aplicadas ao setor produtivo quanto ao atendimento às exigências da legislação, do mercado e do consumidor final
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.04.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Luciana Kimie Savay da; OETTERER, Marilia. Produção do beijupirá (Rachycentron canadum) visando a rastreabilidade - parâmetros de qualidade ambiental; físico-químicos e microbiológicos da espécie. 2015.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64135/tde-25062015-162051/ >.
    • APA

      Silva, L. K. S. da, & Oetterer, M. (2015). Produção do beijupirá (Rachycentron canadum) visando a rastreabilidade - parâmetros de qualidade ambiental; físico-químicos e microbiológicos da espécie. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64135/tde-25062015-162051/
    • NLM

      Silva LKS da, Oetterer M. Produção do beijupirá (Rachycentron canadum) visando a rastreabilidade - parâmetros de qualidade ambiental; físico-químicos e microbiológicos da espécie [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64135/tde-25062015-162051/
    • Vancouver

      Silva LKS da, Oetterer M. Produção do beijupirá (Rachycentron canadum) visando a rastreabilidade - parâmetros de qualidade ambiental; físico-químicos e microbiológicos da espécie [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64135/tde-25062015-162051/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021