Exportar registro bibliográfico

Testes de percepção de fala no ruído em crianças no cenário brasileiro: revisão sistemática (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: JACOB, REGINA TANGERINO DE SOUZA - FOB
  • Unidades: FOB
  • Subjects: PERCEPÇÃO DA FALA; CRIANÇAS; AUXILIARES DE AUDIÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: A Academia Americana de Audiologia desenvolveu um guia de boas práticas para a avaliação de microfones remotos, como o sistema FM. O protocolo indica a avaliação da percepção da fala no ruído como parte da verificação do benefício deste dispositivo (AAA 2008,2011). Avaliar as habilidades comunicativas e auditivas de crianças com deficiência auditiva é de extrema importância, visto que é indispensável o acompanhamento do desenvolvimento da audição para verificação e planejamento do processo de (re) habilitação auditiva. O desempenho da criança depende muito de fatores internos associados como idade (desenvolvimento psicomotor, o nível de vocabulário receptivo, memória e atenção), e de fatores externos que estão relacionados com os estímulos (como o tipo de ruído, a localização do falante e fontes de ruído). OBJETIVO: Realizar levantamento de estudos em bases de dados, na língua portuguesa, que abordam testes de percepção de fala no ruído na língua portuguesa. METODOLOGIA: A revisão sistemática da literatura científica consistiu na busca no idioma português, publicados nos últimos 10 anos (dentre janeiro 2002 e junho 2013). As bases de dados utilizadas foram Lilacs, Pubmed, Medline e Scielo. Como descritores para a pesquisa foram utilizados: implante coclear, criança, audiologia e ruído. Os critérios de inclusão dos estudos foram: artigos completos onde os participantes eram crianças submetidas a testes de percepção de fala no ruído. RESULTADOS: No cenário atual, foram encontrados como testes de percepção de fala no ruído: o teste Brazilian Hearing in Noise Test – HINT Brasil (Bevilacqua et al, 2008) e o teste Lista de sentenças em português (Costa, 1998) ambos validados para a população adulta (Jacob et al, 2011)Não foram encontrados testes padronizados para a avaliação da percepção da fala no ruído para aplicação em crianças. Jacob et al (2009) e Schafer (2012) afirmam que o número limitado de pesquisas sobre a percepção da fala no ruído em crianças pequenas deve estar relacionado à falta de testes no ruído específicos para a população pediátrica. Estes autores exemplificam que o HINTC e o BKBSIN – não disponíveis em Português – contêm vocabulário respectivo a crianças a partir de cinco ou seis anos de idade. Outra dificuldade apontada é que os testes existentes para crianças podem não ser sensíveis e nem eficientes porque usam níveis fixos de sinal, que podem resultar em efeito piso e teto (ou seja, 0% ou 100% correto) quando a relação sinalruido (SR) é muito difícil ou fácil, respectivamente, para uma criança. CONCLUSÃO: Não há testes nacionais desenvolvidos para aplicação em crianças, de 2 a 5 anos de idade, a fim de avaliar a habilidade de reconhecimento de frases e ordens simples no ruído. Assim, é de extrema importância o desenvolvimento de testes com essa finalidade para o Português Brasileiro, já que não existem nesta língua testes padronizados
  • Imprenta:
  • Source:
    • Título do periódico: Anais
  • Conference title: Encontro Internacional de Audiologia

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Larissa Germiniani dos; JACOB, Regina Tangerino de Souza. Testes de percepção de fala no ruído em crianças no cenário brasileiro: revisão sistemática. Anais.. São Paulo: Academia Brasileira de Audiologia, 2014.
    • APA

      Santos, L. G. dos, & Jacob, R. T. de S. (2014). Testes de percepção de fala no ruído em crianças no cenário brasileiro: revisão sistemática. In Anais. São Paulo: Academia Brasileira de Audiologia.
    • NLM

      Santos LG dos, Jacob RT de S. Testes de percepção de fala no ruído em crianças no cenário brasileiro: revisão sistemática. Anais. 2014 ;
    • Vancouver

      Santos LG dos, Jacob RT de S. Testes de percepção de fala no ruído em crianças no cenário brasileiro: revisão sistemática. Anais. 2014 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020