Exportar registro bibliográfico

Operacionalização do conceito de classes sociais em epidemiologia crítica: uma proposta de aproximação a partir da categoria reprodução social (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: TRAPé, CARLA ANDREA - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENS
  • Subjects: CLASSES SOCIAIS; EPIDEMIOLOGIA; ESTATÍSTICA; GRUPOS SOCIAIS; SAÚDE; INFORMAÇÃO
  • Keywords: Epidemiology; Health; Information; Social class; Social groups; Statistical
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho toma por objeto a operacionalização do conceito de classes por meio da definição de variáveis para classificação da população em grupos sociais. O estudo apóia-se no arcabouço teórico-metodológico da Epidemiologia Crítica que fundamenta-se numa compreensão de saúde e doença que coloca no centro da explicação dos determinantes da saúde, o trabalho - a produção capitalista e, a ele subordinado, a vida - o consumo sob o comando do processo de acumulação capitalista. Esta investigação pretende averiguar a capacidade das variáveis de trabalho e vida - reprodução social de mostrar as diferenças de reprodução social das famílias e apoiar a operacionalização do conceito de classe na contemporaneidade. Tem por objetivos específicos: a) levantar por meio de inquérito domiciliar variáveis de reprodução social de famílias que vivem em diferentes espaços sociais de uma cidade da Região Metropolitana de São Paulo; b) analisar o comportamento dessas variáveis de reprodução social quanto à sua capacidade para formar grupos com semelhantes formas de trabalhar e de viver; c) construir um índice de reprodução social capaz de mostrar as diferenças de reprodução social entre as famílias no micro espaço. Partiu-se de arcabouço proposto na literatura, para criar grupos sociais homogêneos, definindo-se um conjunto de 37 variáveis de formas de trabalhar e de viver, que foram coletadas em uma amostra de 589 famílias de Santo André. A amostra foi definida proporcionalmente deacordo com quatro grupos sociais de Santo André - grupo central, quase central, quase periférico e periférico - divididos a priori por meio de estudo anterior. Dessa forma, a totalidade das famílias divididas em grupos sociais foi entrevistada por meio de questionário com variáveis de produção e de consumo. Tais variáveis submetidas à análise estatística demonstraram que, desse conjunto, a dimensão da produção foi definida pela condição de atividade do chefe de família, qualificação da ocupação e curso preparatório para o trabalho. Já a dimensão do consumo foi definida pelas variáveis propriedade da residência, número de cômodos para dormir, acesso a serviço público de esgoto, legalidade do acesso à água e luz, pagamento de IPTU e culto como atividade de lazer. A partir dessas variáveis capazes de classificar as famílias foram então gerados quatro novos grupos e construído o Índice de Reprodução Social - IRS que se mostra um importante instrumento capaz de mostrar as diferenças de reprodução social de modo a possibilitar o mapeamento dos perfis de reprodução social no micro espaço que, em conjunto com os perfis de saúde-doença, proporciona a construção dos perfis epidemiológicos que embasem tanto o planejamento no âmbito do serviço de saúde quanto o planejamento de políticas públicas voltadas para os determinantes sociais do processo saúde-doença
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.12.2011
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TRAPÉ, Carla Andrea; SOARES, Cassia Baldini. Operacionalização do conceito de classes sociais em epidemiologia crítica: uma proposta de aproximação a partir da categoria reprodução social. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-13022012-145501/ >.
    • APA

      Trapé, C. A., & Soares, C. B. (2011). Operacionalização do conceito de classes sociais em epidemiologia crítica: uma proposta de aproximação a partir da categoria reprodução social. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-13022012-145501/
    • NLM

      Trapé CA, Soares CB. Operacionalização do conceito de classes sociais em epidemiologia crítica: uma proposta de aproximação a partir da categoria reprodução social [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-13022012-145501/
    • Vancouver

      Trapé CA, Soares CB. Operacionalização do conceito de classes sociais em epidemiologia crítica: uma proposta de aproximação a partir da categoria reprodução social [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-13022012-145501/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021