Exportar registro bibliográfico

Seleção e produção de fragmentos de anticorpos humanos (scFv) pela tecnologia de "Phage Display" capazes de inibir a ação da toxina TsTx-I "in vitro" e a toxicidade do veneno do escorpião amarelo - Tityus serrulatus "in vivo" (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: PUCCA, MANUELA BERTO - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBP
  • Subjects: ESCORPIÕES; ANTICORPOS; IMUNOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: No Brasil, cerca de 14 espécies de escorpiões já foram descritas, no qual Tityus é o gênero de maior importância médica. As principais espécies são T. bahiensis, T. stigmurus e T. serrulatus, cujo T. serrulatus é responsável pelo maior número de acidentes e também pelos mais graves. Anualmente, aproximadamente 36.000 acidentes são registrados, com 1 % de letalidade, especialmente entre crianças, devido ao baixo peso corporal, e idosos, devido às condições físicas. Além disso, a prevalência destes acidentes é maior nas áreas urbanas, devido ao aumento de lixo e à alta proliferação de baratas, alimento preferido pelos escorpiões. Estudos do ano de 2007 no Estado de São Paulo ainda demonstram que entre os acidentes causados por animais peçonhentos, os ocasionados por escorpiões excederam os causados por aranhas e serpentes. Este dado pode ser atribuído ao fato de os escorpiões se reproduzirem por partenogênese, isto é, não existe reprodução sexual, existindo apenas fêmeas, o que facilita a proliferação. Atualmente a administração de antiveneno produzido em cavalos é reconhecida e utilizada como tratamento para acidentes causados por animais peçonhentos. Isto acontece desde 1901, quando o soro anti-botrópico e anti-crotálico passaram a ser utilizados para uso no homem, por Vital Brazil. Porém, o uso do antisoro possui algumas desvantagens: o rebanho eqüino é oneroso (10% vão a óbito); os anticorpos são heterólogos, isto é, podem causar reações de hipersensibilidade comoDoença do Soro e Anafilaxia; e o antisoro é produzido para todo o veneno, incluindo proteínas não tóxicas. Assim, a produção de anticorpos humanos pela tecnologia de Phage Dísplay seria uma alternativa, por ela não utilizar o rebanho eqüino, eliminar as reações de hipersensibilidade e os anticorpos seriam produzidos diretamente contra as toxinas alvo. " Neste trabalho, buscou-se a produção de anticorpos monoclonais capazes de inibir a atividade do veneno de Títyus serrulatus, utilizando-se a biblioteca de fragmentos de anticorpos humanos (scFv) Griffín 1, produzida no "Medical Research Council"- MRC, Cambridge, Reino Unido. O protocolo adotado para a seleção foi o de imobilização das proteínas em superfície sólida. Foi realizado um total de quatro turnos de seleção, sendo que os fagos-anticorpos selecionados foram analisados por ensaio de ELISA para a escolha do turno com maior título de fagos-anticorpos reconhecedores do veneno bruto e da principal toxina do veneno, a TsTx-l. O segundo turno mostrou-se reconhecer tanto o veneno bruto como a toxina isolada, sendo escolhido para a produção de fagos-anticorpos monoclonais. Um clone, 2A, produtor de fagos-anticorpos foi selecionado para a produção de fragmentos de anticorpos solúveis. Os fragmentos de anticorpos 2A foram produzidos adequadamente. Posteriormente estes fragmentos foram testados quanto a sua capacidade de inibir a atividade da toxina TsTx-1 "in vitro" e, utilizando a técnica dePatch Clamp, impediram parcialmente a ação da toxina em canais para sódio. Assim, estes fragmentos foram purificados por afinidade em coluna de níquel -Ni- NT a. Nos ensaios de inibição da letal idade houve um aumento da sobrevida dos animais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.03.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PUCCA, Manuela Berto; BARBOSA , José Elpídio. Seleção e produção de fragmentos de anticorpos humanos (scFv) pela tecnologia de "Phage Display" capazes de inibir a ação da toxina TsTx-I "in vitro" e a toxicidade do veneno do escorpião amarelo - Tityus serrulatus "in vivo". 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009.
    • APA

      Pucca, M. B., & Barbosa , J. E. (2009). Seleção e produção de fragmentos de anticorpos humanos (scFv) pela tecnologia de "Phage Display" capazes de inibir a ação da toxina TsTx-I "in vitro" e a toxicidade do veneno do escorpião amarelo - Tityus serrulatus "in vivo". Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Pucca MB, Barbosa JE. Seleção e produção de fragmentos de anticorpos humanos (scFv) pela tecnologia de "Phage Display" capazes de inibir a ação da toxina TsTx-I "in vitro" e a toxicidade do veneno do escorpião amarelo - Tityus serrulatus "in vivo". 2009 ;
    • Vancouver

      Pucca MB, Barbosa JE. Seleção e produção de fragmentos de anticorpos humanos (scFv) pela tecnologia de "Phage Display" capazes de inibir a ação da toxina TsTx-I "in vitro" e a toxicidade do veneno do escorpião amarelo - Tityus serrulatus "in vivo". 2009 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020