Exportar registro bibliográfico

Microencapsulação por liofilização de d-limoneno em maltodextrina e quitosana modificada (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: BORGOGNONI, CAMILA FIGUEIREDO - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBT
  • Subjects: AROMATIZANTES (PROCESSAMENTO;ESTUDO); PROCESSAMENTO DE ALIMENTOS; LIOFILIZAÇÃO (APLICAÇÕES); BIOPOLÍMEROS; BIOTECNOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: A quitosana é um biopolímero produzido a partir da quitina, presente na casca de crustáceos. O grande interesse nesta substância é atribuído à sua diversidade de aplicações industriais. A quitosana utilizada neste estudo foi quimicamente modificada para tornar-se solúvel em água. Estudou-se a estabilidade de emulsões de d-limoneno com esta quitosana, a retenção e liberação do aroma contido nas microcápsulas liofilizadas e o comportamento higroscópico destas microcápsulas. Os mesmos estudos foram realizados com maltodextrina, para comparação, já que é um produto muito utilizado como agente de encapsulação de aromas. A estabilidade das emulsões foi analisada por espectrofotometria e por cromatografia gasosa associada à técnica da análise do espaço livre. As emulsões foram caracterizadas por microscopia óptica. A análise da liberação do aroma contido nas microcápsulas foi realizada em função da umidade relativa do ambiente e da temperatura. Observou-se boa estabilidade de emulsões de d-limoneno com quitosana succinilada ao longo do tempo e características muito distintas em relação às observadas nas outras emulsões. Verificou-se 72'PORCENTO' de retenção de d-limoneno em maltodextrina (40'PORCENTO' p/p) e 62'PORCENTO' de retenção de d-limoneno em quitosana modificada (1'PORCENTO' p/p) após o processo de liofilização, sendo que durante todas as etapas do processo de encapsulação a perda de aroma em maltodextrina foi de 72'PORCENTO´, enquanto em quitosana modificadafoi de 50'PORCENTO'. As microcápsulas de maltodextrina sofreram colapso estrutural em ambiente de 90'PORCENTO' de umidade relativa. Os valores de umidades de monocamada das microcápsulas decaíram com o aumento da temperatura. ) O calor total de sorção de microcápsulas de quitosana modificada apresentou-se superior, assim como seu coeficiente de difusividade. A área superficial dos poros de microcápsulas de quitosana modificada apresentou-se superior, absorvendo água por capilares. Conclui-se que microcápsulas de quitosana modificada podem apresentar-se como uma nova opção na escolha de agentes de encapsulação de aromas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.03.2005
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BORGOGNONI, Camila Figueiredo; PITOMBO, Ronaldo Nogueira de Moraes. Microencapsulação por liofilização de d-limoneno em maltodextrina e quitosana modificada. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9133/tde-24012018-093149/pt-br.php >.
    • APA

      Borgognoni, C. F., & Pitombo, R. N. de M. (2005). Microencapsulação por liofilização de d-limoneno em maltodextrina e quitosana modificada. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9133/tde-24012018-093149/pt-br.php
    • NLM

      Borgognoni CF, Pitombo RN de M. Microencapsulação por liofilização de d-limoneno em maltodextrina e quitosana modificada [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9133/tde-24012018-093149/pt-br.php
    • Vancouver

      Borgognoni CF, Pitombo RN de M. Microencapsulação por liofilização de d-limoneno em maltodextrina e quitosana modificada [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9133/tde-24012018-093149/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021