Exportar registro bibliográfico

Aspectos quantitativos e qualitativos da injecao de neostigmina por via intratecal em pacientes submetidas a cirurgia ginecologica (1996)

  • Authors:
  • Autor USP: SLULLITEL, ALEXANDRE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCO
  • Assunto: PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS EM GINECOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Foi realizado um estudo clinico prospectivo, duplo encoberto, controlado em 40 pacientes programadas para cirurgias de colpoperineoplastia anterior e posterior. As pacientes foram submetidas a raquianestesia com bupivacaina hiperbarica 20mg associada a solucao teste que diferiu entre os 3 grupos: 1ml de salina, 0,1mg de morfina ou 0,1mg de neostigmina por via intratecal. As pacientes quantificaram a dor pos-operatoria mediante atribuicao de valores nas escalas analogica-visual (vas) e nominal de dor. O tempo para a solicitacao de analgesicos no pos-operatorio foi medido e comparado entre os grupos. O tempo para solicitacao de analgesicos foi semelhante entre o grupo da morfina e da neostigmina que foram superiores ao grupo salina. A administracao de neostigmina foi acompanhada de efeitos adversos, principalmente nauseas e vomitos. A neostigmina nao alterou as caracteristicas do bloqueio subaracnoideo promovido pela bupivacaina. A administracao de antiinflamatorios nao-esteroidais e/ou morfina foram capazes de promover analgesia suplementar a neostigmina por 24hs. As pacientes do grupo salina requereram analgesicos em maior quantidade e frequencia. A neostigmina produz analgesia pos-operatoria similar a morfina porem a ocorrencia de efeitos adversos pode limitar o uso clinico da neostigmina como analgesico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.09.1996

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SLULLITEL, Alexandre; KLAMT, Jyrson Guilherme. Aspectos quantitativos e qualitativos da injecao de neostigmina por via intratecal em pacientes submetidas a cirurgia ginecologica. 1996.Universidade de São Paulo, Ribeirao Preto, 1996.
    • APA

      Slullitel, A., & Klamt, J. G. (1996). Aspectos quantitativos e qualitativos da injecao de neostigmina por via intratecal em pacientes submetidas a cirurgia ginecologica. Universidade de São Paulo, Ribeirao Preto.
    • NLM

      Slullitel A, Klamt JG. Aspectos quantitativos e qualitativos da injecao de neostigmina por via intratecal em pacientes submetidas a cirurgia ginecologica. 1996 ;
    • Vancouver

      Slullitel A, Klamt JG. Aspectos quantitativos e qualitativos da injecao de neostigmina por via intratecal em pacientes submetidas a cirurgia ginecologica. 1996 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021