Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Uso de agregados plaquetários autólogos como fonte do rejuvenescimento facial: evidências científicas (2021)

  • Autor:
  • Autor USP: ABRAHÃO, FLÁVIA MAUAD LEVY - FOB
  • Unidade: FOB
  • DOI: 2763-8650
  • Subjects: AGREGAÇÃO PLAQUETÁRIA; ODONTOLOGIA ESTÉTICA; FIBRINA; PLAQUETAS SANGUÍNEAS
  • Language: Português
  • Abstract: A utilização de agregados plaquetários autólogos é uma prática consolidada para a correção de defeitos ósseos e moles e também tem mostrado grande potencial de utilização na Harmonização Orofacial. Esta apresentação objetiva descrever o uso destes agregados em protocolos para o rejuvenescimento facial utilizando evidências científicas. O uso de preparações autólogas tem como vantagens reduzir as reações imunológicas tornando o procedimento mais seguro, bem tolerado, com mínimos efeitos adversos e ainda com menor custo, uma vez que o material é obtido do próprio paciente. Atualmente eles são utilizados para o rejuvenescimento facial tanto na combinação com microagulhamento, em mesoterapia, ou como bioestimuladores e preenchedores faciais. Dentre os agregados plaquetários utilizados tem-se a Fibrina Rica em Plaquetas (PRF), a qual utilizamos na sua forma líquida (i-PRF), única centrifugação, sem a necessidade de anticoagulantes. O produto resultante contém diferentes tipos celulares (plaquetas, leucócitos, eritrócitos), uma matriz de fibrina extracelular e uma gama de moléculas bioativas e o plasma gel (produzido a partir do plasma rico em plaquetas – PRP) sendo este uma preparação autóloga de plasma com altas concentrações de plaquetas derivadas do sangue total, contendo mais de 800 moléculas bioativas, cujo tubo de coleta contém anticoagulante. Atualmente, existem diferentes protocolos para obtenção e preparo do PRF e do PRP, envolvendo etapas básicas de preparação que incluem a venopunção, coleta do sangue e centrifugação. Há poucos estudos clínicos avaliando a utilização do i-PRF para rejuvenescimento facial. Tem-se relatado bons resultados com a utilização de iPRF com baixa força de centrifugação para rejuvenescimento do terço inferior da face após uma aplicação intradérmicaEm outro estudo foi avaliado o efeito de 3 injeções intradérmicas mensais de iPRF (baixa força de centrifugação) em 3 regiões faciais: malar, sulco nasolabial e região acima do vermelhão do lábio superior. À medida em que a população continua a envelhecer e a se preocupar mais com sua aparência estética, os cirurgiões-dentistas poderão oferecer aos seus pacientes uma abordagem natural através da utilização dos agregados plaquetários autólogos
  • Imprenta:
  • Source:
  • Conference titles: COB - Congresso Odontológico de Bauru "Profa. Dra. Daniela Gamba Garib Carreira"
  • DOI
    Informações sobre o DOI: 2763-8650 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo NÃO é de acesso aberto

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LEVY, Flávia Mauad. Uso de agregados plaquetários autólogos como fonte do rejuvenescimento facial: evidências científicas. Anais.. Bauru: Faculdade de Odontologia de Bauru, Universidade de São Paulo, 2021. DOI: 2763-8650.
    • APA

      Levy, F. M. (2021). Uso de agregados plaquetários autólogos como fonte do rejuvenescimento facial: evidências científicas. In Anais. Bauru: Faculdade de Odontologia de Bauru, Universidade de São Paulo. doi:2763-8650
    • NLM

      Levy FM. Uso de agregados plaquetários autólogos como fonte do rejuvenescimento facial: evidências científicas. Anais. 2021 ;
    • Vancouver

      Levy FM. Uso de agregados plaquetários autólogos como fonte do rejuvenescimento facial: evidências científicas. Anais. 2021 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021