Exportar registro bibliográfico

A insulina regula as vias de sinalização induzidas por LPS em macrófagos derivados de medula óssea (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: TESSARO, FERNANDO HENRIQUE GALVãO - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBC
  • Subjects: DIABETES MELLITUS; INSULINA; MACRÓFAGOS
  • Agências de fomento:
  • Language: Português
  • Abstract: Pacientes diabéticos apresentam alterações no sistema imunológico que promovem, em parte, maior suscetibilidade de infecções bacterianas. O tratamento com insulina melhora a sobrevida e reduz o número de infecções recidivas no paciente com diabetes mellitus do tipo 1 (DM1). Pouco se sabe sobre os efeitos do diabetes e a ação da insulina nos macrófagos. Neste trabalho, investigamos a proteína fosfatidilinositol-3-quinase (PI3K), proteína quinase B (Akt) e as quinases ativadas por mitógenos (MAPK) em macrófagos derivados de medula óssea (BMDM) e sua participação no estímulo por lipopolissacarídeo (LPS) na presença ou não do tratamento com insulina através da secreção dos mediadores inflamatórios fator de necrose tumoral (TNF)-α, interleucina (IL)-6 e IL-10. Observamos que os BMDM de animais com DM1 apresentam aumento da expressão da subunidade catalítica PI3K p110alpha com redução na subunidade reguladora PI3K p55 e maior expressão da fosforilação das proteínas Akt (Serina-473 e Treonina-308), quinase regulada por sinal extracelular (ERK) 1/2 e quinase ativada por estresse/quinase Jun-amino-terminal (SAPK/JNK) MAPK. Observou-se alteração na concentração das citocinas TNF-α, IL-6 e IL-10 no sobrenadante da cultura de BMDM dos animais diabéticos após estímulo com LPS, menor taxa de metabolismo mitocondrial, no entanto, sem resultar em morte celular, tampouco na expressão do receptor do tipo Toll 4 na membrana celular. Já o reestímulo destas células com LPS promoveu aumento na concentração de TNF-α sem alteração das demais citocinas. Além disto, o tratamento com insulina, simultaneamente ao estímulo com LPS, dos BMDM oriundos de animais diabéticos aumentou a concentração de TNF-α, IL-6, da fosforilação de p38, ERK 1/2 e SAPK/JNK MAPK, PI3K p55 e da Akt (Serina-473), o que não ocorreu nos BMDM dos animais não diabéticos sob a mesma condição. Este efeito foiabolido pela inibição farmacológica da PI3K e da ERK 1/2, resultando em novo aumento da concentração de TNF-α e IL-6. A análise conjunta destes resultados indica que a insulina, através da modulação das vias PI3K, Akt, ERK 1/2 e SAPK/JNK, amplifica o aumento da concentração de TNF-α e IL-6 sob estímulo com LPS.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.10.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TESSARO, Fernando Henrique Galvão; MARTINS, Joilson de Oliveira. A insulina regula as vias de sinalização induzidas por LPS em macrófagos derivados de medula óssea. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9142/tde-18122018-172832/ >.
    • APA

      Tessaro, F. H. G., & Martins, J. de O. (2018). A insulina regula as vias de sinalização induzidas por LPS em macrófagos derivados de medula óssea. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9142/tde-18122018-172832/
    • NLM

      Tessaro FHG, Martins J de O. A insulina regula as vias de sinalização induzidas por LPS em macrófagos derivados de medula óssea [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9142/tde-18122018-172832/
    • Vancouver

      Tessaro FHG, Martins J de O. A insulina regula as vias de sinalização induzidas por LPS em macrófagos derivados de medula óssea [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9142/tde-18122018-172832/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021