Exportar registro bibliográfico

Hydrological risk transfer planning under the drought "severity-duration-frequency" approach as a climate change impact mitigation strategy (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: ARIAS, DIEGO ALEJANDRO GUZMAN - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SHS
  • Subjects: RISCO; RECURSOS HÍDRICOS; SECA; MUDANÇA CLIMÁTICA
  • Language: Inglês
  • Abstract: As mudanças climáticas e o incremento na demanda de água priorizam a necessidade de implementar estratégias de planejamento para a segurança hídrica urbana no longo e mediano prazo. No entanto, o planejamento dos riscos exige um suporte financeiro robusto e oportuno durante e após do desastre. Portanto, as ferramentas de transferência de risco, como os seguros, emergem como uma estratégia efetiva para garantir a resiliência financeira e como um elemento que poderia incentivar a implementação de mecanismos de redução do risco hidrológico. Entre os principais problemas no planejamento de seguros, estão a falta de informações sobre os impactos reais das secas e a incerteza climática, que podem levar a seleção adversa e/ou perigo moral como as problemáticas mais comuns na prática dos seguros. Atualmente, a maior parte da renda das empresas de serviços de água é baseada na gestão do recurso hídrico; portanto, durante períodos prolongados de seca, essas economias podem ser fortemente afetadas, apesar de ter sistemas de armazenamento robustos como suporte. Assim, esta tese propõe um plano de seguro para a empresa de serviços de água do Estado de São Paulo (SABESP), para enfrentar as reduções de receita durante longos períodos de seca. A metodologia é implementada no modelo MTRH-SHS, desenvolvido no cálculo "ex-ante" de custos de dano, através da abordagem baseada em risco. A abordagem sintética ("what- if"), usa um "conjunto de drivers de mudança" para estimar o prémio óptimo através de um contrato de seguro plurianual (SPA). A metodologia integra os procedimentos de simulação hidrológica, sob cenários de forçamento climático radiativo RCP 4.5 e 8.5, do modelo de clima regional Eta-HadGEM e Eta-MIROC5, com horizontes temporais de 2007-2040, 2041-2070 e 2071-2099, vinculados ao modelo hidrológico do sistema de avaliação e planejamento da água (WEAP)e sob pressupostos de demanda como abastecimento de água estacionária e não estacionária. A estrutura do modelo é aplicada ao Sistema de Abastecimento de Água de Cantareira na Região Metropolitana de São Paulo, Brasil, região com alta vulnerabilidade às secas. Como resultado, os índices de rendimento do seguro avaliados mostraram que os contratos plurianuais com cobertura para secas superiores a 240 dias, oferecem melhor desempenho financeiro do que os contratos com coberturas mais amplas. Além, o SPA adotado para o risco residual do armazenamento instalado, gera um nível mais alto de solvência para o fundo de seguros no longo prazo com prêmios médios anuais mais próximos das reduções de receita esperadas por cenário. Finalmente, a abordagem pode ajudar na avaliação sistemática do risco moral e na seleção adversa. No primeiro caso, a avaliação progressiva deve gerar informações úteis para mudar ou manter o comportamento de segurados e seguradoras considerando riscos futuros relacionados à mudança climática. No segundo caso, a valoração de múltiplos cenários pode ajudar a estabelecer limiares de preços, oferecendo opções de cobertura diferencial de risco no valor prêmio de seguro
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.03.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GUZMAN ARIAS, Diego Alejandro; MENDIONDO, Eduardo Mario; MARENGO ORSINI, Jose Antonio. Hydrological risk transfer planning under the drought "severity-duration-frequency" approach as a climate change impact mitigation strategy. 2018.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-21062018-104407/pt-br.php >.
    • APA

      Guzman Arias, D. A., Mendiondo, E. M., & Marengo Orsini, J. A. (2018). Hydrological risk transfer planning under the drought "severity-duration-frequency" approach as a climate change impact mitigation strategy. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-21062018-104407/pt-br.php
    • NLM

      Guzman Arias DA, Mendiondo EM, Marengo Orsini JA. Hydrological risk transfer planning under the drought "severity-duration-frequency" approach as a climate change impact mitigation strategy [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-21062018-104407/pt-br.php
    • Vancouver

      Guzman Arias DA, Mendiondo EM, Marengo Orsini JA. Hydrological risk transfer planning under the drought "severity-duration-frequency" approach as a climate change impact mitigation strategy [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-21062018-104407/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021