Exportar registro bibliográfico

Análise do desempenho de crianças com Síndrome de Down no ambiente de educação intantil (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: ANHÃO, PATRICIA PAFARO GOMES - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERM
  • Subjects: APRENDIZAGEM; SÍNDROME DE DOWN; INCLUSÃO SOCIAL
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A escola inclusive é um fator positivo para o desenvolvimento social e académico, ampliando o contato da criança com Síndrome de Down (SD) com outras crianças de desenvolvimento típico (DT), na mesma faixa etária. Objetivo: Esta pesquisa tem o objetivo de identificar, categorizar e analisar os comportamentos apresentados por crianças SD ingeridas no ensino público na cidade de Ribeirão Preto. Objetivos específicos: identificar comportamentos frequentemente apresentados por crianças SD e seus pares com DT inseridos em ambientes específicos da educação infantil, categorizando-os como unidades de análise; verificar se há diferenças na frequência dos comportamentos de acordo com grupo de análise de crianças SD e DT; verificar se há diferenças na frequência dos comportamentos entre crianças SD e DT nos diferentes ambientes da escola. Método: Participaram 14 crianças com idade entre 4 a 6 anos, sendo 7 DT e 7 SD, seguindo todos os rigores de pesquisas com seres humanos. Cada criança foi filmada aproximadamente 180 minutos, em média 45 minutos em cada ambiente (sala de aula, parque, refeitório, brinquedos em sala). Análise dos videos identificou os comportamentos frequentes apresentados por crianças SD e DT inseridas nos ambientes supracitados, categorizando 14 unidades de análise. Análise dos resultados utilizou o teste Mann-Whitney, e a confiabilidade inter examinadores Kappa de Cohen. Resultados: As crianças SD apresentam valores semelhantes às crianças DT demonstrando que oscomportamentos categorizados estiveram presentes em 90% das filmagens, porém apresentando variação de frequência entre os grupos, com diferenças evidentes intergrupos em 8 categorias, com maior frequência nas categorias 5, 7, 8 e 11 para o grupo SD e 1, 2, 4 e 12 para o grupo DT. No ambiente brinquedos em sala houve diferença evidente intergrupos em 8 categorias, com o grupo DT apresentando maior frequência nas categorias 1, 2, 6, e 12, e o grupo SD nas categorias 5, 7, 8 e 11. No ambiente parque houve diferença evidente intergrupos em 7 categorias, com maior frequência no grupo DT nas categorias 1 e 12, e maior frequência no grupo SD nas categorias 5, 7, 8, 10 e 11. No refeitório houve diferença evidente intergrupos em 5 categorias, com grupo DT apresentando maior frequência nas categorias 1 e 12, e o grupo SD nas categorias 5, 7, e 8. Na sala de aula houve diferença evidente intergrupos em 9 categorias, sendo que o grupo DT apresentou maior frequência nas categorias 1, 2, 4, e 12, e o grupo SD nas categorias 5, 7, 8, 10 e 11. A concordância entre avaliadores variou de excelente a leve, prenominando concordância moderada. Discussão: Conclui-se que crianças SD desempenham comportamentos similares às crianças DT, quando inseridas nos ambientes da educação infantil, porém, a frequência destes comportamentos diferencia-se. As criançasSD apresentem comportamentos similares às crianças DT relacionados aos aspectos cognitivos, embora apresentem frequência menor nos comportamentos facilitadores e maior nos comportamentos inibidores do processo de aprendizagem. Assim reafirma-se que a inclusão de crianças SD possibilita a elas conviverem, interagirem, trocarem, aprenderem, brincarem e serem felizes, embora de forma diferente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.08.2017

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ANHÃO, Patrícia Páfaro Gomes; PFEIFER, Luzia Iara. Análise do desempenho de crianças com Síndrome de Down no ambiente de educação intantil. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017.
    • APA

      Anhão, P. P. G., & Pfeifer, L. I. (2017). Análise do desempenho de crianças com Síndrome de Down no ambiente de educação intantil. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Anhão PPG, Pfeifer LI. Análise do desempenho de crianças com Síndrome de Down no ambiente de educação intantil. 2017 ;
    • Vancouver

      Anhão PPG, Pfeifer LI. Análise do desempenho de crianças com Síndrome de Down no ambiente de educação intantil. 2017 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021