Exportar registro bibliográfico

Efeitos do overreaching não funcional na via de sinalização insulínica do tecido cardíaco de camundongos (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: OLIVEIRA, LUCIANA DA COSTA - FMRP
  • Unidades: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: INFLAMAÇÃO; MIOCÁRDIO
  • Keywords: Inflamação; Inflammation; Insulin signaling pathway; Miocárdio; Myocardium; Nonfunctional overreaching; Overreaching não funcional; Via de sinalização da insulínica
  • Language: Português
  • Abstract: O overreaching não funcional (NFOR) induzido por consecutivas sessões de treinamentos intensos intercaladas por períodos insuficientes de recuperação, está associado com inflamação e consequente prejuízo da via de sinalização insulínica em músculos esqueléticos de camundongos. Sabe-se que o miocárdio também é capaz de produzir tais proteínas inflamatórias associadas ao comprometimento da via hormonal e que alterações na atividade do receptor insulínico cardíaco levam à forçadas modificações na utilização dos substratos energéticos com prejuízos na mecanoenergética cardíaca predispondo o miocárdio à diversas injúrias. No entanto os efeitos do NFOR nas vias inflamatórias e insulínica cardíaca ainda não foram investigados. Assim, o presente estudo tem como objetivo avaliar os efeitos do NFOR no conteúdo de glicogênio cardíaco e ativação de proteínas relacionadas às vias insulínica e inflamatória. Os animais foram divididos em 6 grupos: Naive, Controle, Treinado, e os grupos submetidos ao protocolo de overtraining em declive (OTR/down), aclive (OTR/up) e sem inclinação (OTR). As especificidades das contrações musculares induziram diferentes adaptações cardíacas. Os grupos OTR e OTR/up não apresentaram sinais de inflamação além de superexpressarem a via insulínica, por outro lado, o grupo OTR/down apresentou inflamação cardíaca de baixo grau, contudo, sem queda no conteúdo de pIR. Todos os protocolos de overtraining induziram elevação no conteúdo de glicogênio cardíaco acompanhado de expressiva queda da pAMPK. Os resultados do presente trabalho nos trazem, portanto, a hipótese de que o tecido cardíaco apresente uma maior resistência à inflamação viabilizando dessa forma a melhora da resposta insulínica e acúmulo do glicogênio cardíaco a fim de fornecer a energia necessária ao extenuante exercício físico evitando alipotoxicidade cardíaca. Por outro lado, a queda da AMPK consequente do excessivo acúmulo de glicogênio cardíaco pode predispor o miocárdio à diversas injúrias, sendo necessários mais estudos na área
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.04.2017

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Luciana da Costa; SILVA, Adelino Sanchez Ramos da. Efeitos do overreaching não funcional na via de sinalização insulínica do tecido cardíaco de camundongos. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-23042018-145658/ >.
    • APA

      Oliveira, L. da C., & Silva, A. S. R. da. (2017). Efeitos do overreaching não funcional na via de sinalização insulínica do tecido cardíaco de camundongos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-23042018-145658/
    • NLM

      Oliveira L da C, Silva ASR da. Efeitos do overreaching não funcional na via de sinalização insulínica do tecido cardíaco de camundongos [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-23042018-145658/
    • Vancouver

      Oliveira L da C, Silva ASR da. Efeitos do overreaching não funcional na via de sinalização insulínica do tecido cardíaco de camundongos [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-23042018-145658/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020