Exportar registro bibliográfico

Caracterização e avaliação do impacto prognóstico das intercorrências clínicas observadas durante o transporte pré-hospitalar e inter-hospitalar de crianças gravemente enfermas (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: TAVARES, TABATA LUNA GARAVAZZO - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: TRANSPORTE DE PACIENTES; TEMPO DE INTERNAÇÃO; CRIANÇAS
  • Keywords: Cuidado pré-hospitalar; Equipe de transporte pediátrico; Transporte de ambulância; Transporte pediátrico; Ambulance transport; Pediatric transport; Pediatric transport team; Pre-hospital care
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: O transporte médico de crianças gravemente enfermas envolve particularidades que aumentam o risco de complicações, que podem contribuir para o aumento no tempo de internação e mortalidade. Objetivos: Avaliar a frequência e os tipos de complicações observadas durante o transporte pré-hospitalar e inter-hospitalar de crianças gravemente enfermas, assim como o impacto dessas complicações na mortalidade, no tempo de internação hospitalar e nos custos hospitalares. Pacientes e Métodos: Estudo realizado em duas etapas: a primeira foi um estudo transversal, no qual, por meio de entrevista padronizada com o médico que admitiu as crianças gravemente enfermas que necessitaram de transporte pré-hospitalar ou inter-hospitalar, foram identificadas e caracterizadas possíveis complicações ocorridas durante esse transporte. Estes dados foram auditados por três médicos independentes que definiram a presença ou ausência de complicações durante o transporte. A segunda etapa constituiu-se de uma coorte prospectiva, na qual os pacientes, divididos em dois grupos distintos (com e sem complicações durante o transporte), foram seguidos, prospectivamente, por 60 dias, observando-se a ocorrência de morte ou alta hospitalar. Resultados: Foram incluídas 143 crianças no estudo. Pelo menos uma complicação durante o transporte foi observada em 74 pacientes (52%). As complicações mais frequentes foram relacionadas com as vias aéreas (69%), seguidas por distúrbios metabólicos (47%), alterações cardiovasculares (40%) e falhas relacionadas aos dispositivos e à monitorização (37%). Na análise univariada, os seguintes preditores para ocorrência de complicações durante o transporte foram observados: peso <10Kg (risco relativo - RR: 1,52; intervalo de confiança (IC 95%: 1,11-2,09); distância >100Km (RR: 1,67; IC 95%: 1,16-2,40); presença de doença respiratória (RR: 1,46; IC 95%: 1,06-1,95) e comorbidades(RR: 1,68; IC 95%: 1,23-2,30). Já na análise multivariada, não foram observados preditores independentes para ocorrência de complicações. A ocorrência de complicações durante o transporte foi associada com maior taxa de mortalidade hospitalar (hazard ratio - HR: 5,668; IC 95%: 1,26-26,65; p=0,0130) e menor taxa de alta hospitalar (HR: 0,48; IC 95%: 0,31-0,74; p=0,0007). Após a aplicação da regressão de Cox para ajuste de potenciais fatores de confusão, a presença de complicação durante o transporte permaneceu associada com o índice de mortalidade hospitalar (HR: 6,74; IC 95%: 1,40-32,34; p=0,017), contudo deixou de ser associada com o tempo para a alta hospitalar (HR: 0,76; IC 95%: 0,49-1,16; p=0,213). Conclusões: As complicações foram frequentes durante o transporte pediátrico. A presença de doenças respiratórias, peso <10Kg, presença de comorbidades e a distância >100 Km foram preditores de risco para a ocorrência dessas complicações. As complicações ocorridas durante o transporte foram associadas com o aumento nas taxas de mortalidade hospitalar
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.10.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TAVARES, Tabata Luna Garavazzo; MIRANDA, Carlos Henrique. Caracterização e avaliação do impacto prognóstico das intercorrências clínicas observadas durante o transporte pré-hospitalar e inter-hospitalar de crianças gravemente enfermas. 2016.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17157/tde-29032017-155055 >.
    • APA

      Tavares, T. L. G., & Miranda, C. H. (2016). Caracterização e avaliação do impacto prognóstico das intercorrências clínicas observadas durante o transporte pré-hospitalar e inter-hospitalar de crianças gravemente enfermas. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17157/tde-29032017-155055
    • NLM

      Tavares TLG, Miranda CH. Caracterização e avaliação do impacto prognóstico das intercorrências clínicas observadas durante o transporte pré-hospitalar e inter-hospitalar de crianças gravemente enfermas [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17157/tde-29032017-155055
    • Vancouver

      Tavares TLG, Miranda CH. Caracterização e avaliação do impacto prognóstico das intercorrências clínicas observadas durante o transporte pré-hospitalar e inter-hospitalar de crianças gravemente enfermas [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17157/tde-29032017-155055

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021