Exportar registro bibliográfico

Análise comparativa das relações hídricas em espécies forrageiras C3 e C4 submetidas a elevado nível de C02 e aquecimento em sistema TROP-T-FACE (2016)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: HABERMANN, EDUARDO - FFCLRP
  • Unidades: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: ANATOMIA; AQUECIMENTO GLOBAL; MUDANÇA CLIMÁTICA; ÁGUA; PASTAGENS
  • Language: Português
  • Abstract: A intensificação da queima de combustíveis fósseis e uso do solo a partir da Revolução Industrial têm sido reportados como responsáveis pelo aumento da concentração atmosférica de ^C02 ([^C^o^2]) e de outros gases de efeito estufa (GEE). Até 1750, a [CO^2] era de aproximadamente 280 Emos mol' e atualmente ultrapassa os 400 ^1^lmol mol'. Seguindo essa tendência é esperado uma concentração média de ^C^o2 atmosférico entre 800 e 1000 Emos mol' até o final do século. O incremento de [^C02], junto à emissão de outros GEEs levará ao aumento da temperatura média global em 2 °C. O impacto dessas mudanças climáticas vai influenciar o balanço energético dos ecossistemas, modificando a fisiologia e a anatomia das plantas cultivadas, florestas e pastagens, influenciando atividades antrópicas como a agricultura e pecuária. O Brasil é um dos maiores produtores e exportadores de leite e carne bovina do mundo que utilizam pastagens como principal fonte de alimento para o gado. Dessa forma, estudos que avaliem as mudanças anatómicas e hidríca de espécies forrageiras se tornam essenciais, já que a água é um dos fatores que limitam a produção agrícola. Nesse contexto, o presente estudo teve como objetivo avaliar os efeitos independentes e combinados da elevada temperatura (+2 °C) e da elevada [CO2] (600 umol mol-1') sobre a anatomia e status hidríco de duas espécies forrageiras tropicais, Stylosanthes capitata Vogel. (Cá) e Panicum maximum Jacq. (Cá), sem restrições nutricionais. Os resultados indicaram que ambas as espécies serão beneficiadas pelo aumento da [CO2] e temperatura. No entanto, as espécies serão afetadas de formas e magnitudes distintas. No cenário climático futuro, S capitata aumentou sua taxa de fotossíntese líquida e eficiência de utilização dos recursos hidrícos por meio de alterações na espessura do parênquima paliçádico,densidade estomática e fechamento estomático, levando a um aumento do conteúdo relativo de água foliar. P. maximum mostrou-se mais sensível às condições experimentais no que tange aos ajustes anatómicos. As folhas tiveram sua espessura reduzida por meio de diminuições no tamanho dos feixes vasculares, mesofilo e células buliformes. Além disso, a cutícula adaxial foi espessada. Essas mudanças estiveram associadas a uma tendência de manutenção do potencial hidríco e aumento do conteúdo de pralina, fotossíntese e eficiência de utilização da água. Dessa forma, os resultados obtidos nesse estudo indicam que ambas as espécies serão capazes de se adaptarem e serem beneficiadas pelas condições climáticas futuras de [C02] e temperatura, sob condições adequadas de nutrientes minerais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.09.2016

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HABERMANN, Eduardo; MARTINEZ Y MARTINEZ, M S. Análise comparativa das relações hídricas em espécies forrageiras C3 e C4 submetidas a elevado nível de C02 e aquecimento em sistema TROP-T-FACE. 2016.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2016.
    • APA

      Habermann, E., & Martinez Y Martinez, M. S. (2016). Análise comparativa das relações hídricas em espécies forrageiras C3 e C4 submetidas a elevado nível de C02 e aquecimento em sistema TROP-T-FACE. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Habermann E, Martinez Y Martinez MS. Análise comparativa das relações hídricas em espécies forrageiras C3 e C4 submetidas a elevado nível de C02 e aquecimento em sistema TROP-T-FACE. 2016 ;
    • Vancouver

      Habermann E, Martinez Y Martinez MS. Análise comparativa das relações hídricas em espécies forrageiras C3 e C4 submetidas a elevado nível de C02 e aquecimento em sistema TROP-T-FACE. 2016 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020