Exportar registro bibliográfico

Prescrição de medicamentos e compreensão do paciente na atenção primária à saúde: análise comparativa entre o modelo de atendimento básico tradicional e a estratégia de saúde da família no município de Ribeirão Preto - SP (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: ZANETTI, MARIA OLÍVIA BARBOZA - FCFRP
  • Unidade: FCFRP
  • Sigla do Departamento: 602
  • Subjects: ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE; SAÚDE DA FAMÍLIA; MEDICAMENTO; PACIENTES
  • Keywords: Estratégia saúde da família; Prescrições de medicamentos; Conhecimento do paciente sobre a medicação; Primary health care; Family health strategy; Drug Prescriptions; Patient medication knowledge
  • Language: Português
  • Abstract: A Estratégia de Saúde da Família (ESF) tem apeado borla Pulados em saúde e pode ser um instrumento importante para a escavação do Uso Racional de Medicamentos (URM) A prescrição medicamentosa é um componente fundamental para a promoção do URM, portanto a ESF precisa ter uma abrangem diferenciada tqmbém em relação ao processo de presto. Este estudo transversal visa analisar comparativamente as prescrições provenientes do sumiço de atendimento médico básico tradicional com aquelas provindas da ESF, assim como avaliar a compreensão dos pacientes sobre estas prescrisões, no munícipio de Ribeirão Preto- SP. Este estudo inclui 1.053 participantes, as quais foram alocados em dois grupos: 932 usuários provenientes do modelo de atendimento básico tradicional (Grupo A - GA) e 121 usuários pprovenientes da ESF (Gmpo B – GB). Foram coletados dadossociodemográficos e aplicou se uminstrumento pala analisar a compreensão do usuário sobre a sua receita de medicamentos. As prescrições foram ainda copiadas e posteriormente analisadas de acordo com : conformidade com os itens exigidos por lei; indicadores de qualidade da prescrição propostos pela OMS; complexidade faramacoterepêutica; presença de interações medicamentosas. A maioria dos participantes era do sexo feminino (77,5%), possua renda pper capita de até um salário mínimo (67,2%) e a escolaridade correspondente ao ensino fundamental completo ou não (63,4%). A média de idade foi de 53,9 anos (DP= 17,5). Quanto à compreensão do paciente sobre a pulsação, 63,3% dos usuários do GA apresentaram compreensão insuficiente, no GB esta frequência foi de apenas 18,2%. As prescrições da ESF também se mostraram estatisticamente superiores quanto ao cumprimento dos aspectos legais: presença da orma faramacêutica (70,7% GA; 80,2% GB), dose (70,9% GA; 79,3% GB), posologia completa (63% GA; 75,236 GB), via de administração(58,3% GA, 83,5% GB), duração do t~nento (76,9% GA; 92,6% GB), endereço do prescritor (82,ó% GA; 96,7% GB) e ausencia de rasuras (90,3% GA; 96,796 GB). A media de rnedicamentos prescritos foi de 3,9 no GA (DP= 2,8) e 3,5 no GB (DP = 2,4). Em ambos os grupos cerca de 92% dos medicamentos foram prescritos pela denonuminação oficial, aproximadamente 91% constavam na lista de medicamentos essenciais do municipio. 11% das prescrições continham ao menos uma indicação de antibiótico. Medicamentos injetáveis constavam em 9,7% das pões do GA e 3,3% das do GB. A média de complexidade foi de 12,6 pontos no GA (DP- 9,4) e 11,8 pontos no GB (DP= 8,3). Em relação à presença de inalações medicamentosas por, no GA a dia de interdições por prescrição foi de 2,5 (DP = 3,9), no GB o valor foi de 1,9 (DP= 2,6). Em conclusão, os resultados revelam práticas inapropriadas na prescrição de medicamentos em ambas as modalidades de atendimento primário, entretanto, os prescritores da ESF parecem estar mais preparados para realizar a prescrição racional de medicamentos, ainda que não esteja, no padrão ideal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.04.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ZANETTI, Maria Olívia Barboza; MARCHETTI, Juliana Maldonado. Prescrição de medicamentos e compreensão do paciente na atenção primária à saúde: análise comparativa entre o modelo de atendimento básico tradicional e a estratégia de saúde da família no município de Ribeirão Preto - SP. 2016.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2016. Disponível em: < http://lattes.cnpq.br/0988293525697513 >.
    • APA

      Zanetti, M. O. B., & Marchetti, J. M. (2016). Prescrição de medicamentos e compreensão do paciente na atenção primária à saúde: análise comparativa entre o modelo de atendimento básico tradicional e a estratégia de saúde da família no município de Ribeirão Preto - SP. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://lattes.cnpq.br/0988293525697513
    • NLM

      Zanetti MOB, Marchetti JM. Prescrição de medicamentos e compreensão do paciente na atenção primária à saúde: análise comparativa entre o modelo de atendimento básico tradicional e a estratégia de saúde da família no município de Ribeirão Preto - SP [Internet]. 2016 ;Available from: http://lattes.cnpq.br/0988293525697513
    • Vancouver

      Zanetti MOB, Marchetti JM. Prescrição de medicamentos e compreensão do paciente na atenção primária à saúde: análise comparativa entre o modelo de atendimento básico tradicional e a estratégia de saúde da família no município de Ribeirão Preto - SP [Internet]. 2016 ;Available from: http://lattes.cnpq.br/0988293525697513

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020