Exportar registro bibliográfico

Avaliação da dificuldade respiratória na sequência de Robin: estudo clínico e polissonográfico (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: SALMEN, ISABEL CRISTINA DRAGO MARQUEZINI - HRACF
  • Unidade: HRACF
  • Subjects: SÍNDROME DE PIERRE ROBIN; APNEIA DO SONO; POLISSONOGRAFIA
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A sequência de Robin (SR) é uma anomalia congênita definida pela ocorrência de retromicrognatia e glossoptose, com ou sem fissura de palato. Caracteriza-se clinicamente por obstrução das vias aéreas superiores e dificuldades alimentares. As modalidades de tratamento para alívio da obstrução respiratória na SR incluem: posição prona, intubação nasofaríngea (INF), glossopexia, traqueostomia e distração osteogênica mandibular. O Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (HRAC-USP) desenvolveu larga experiência com utilização da INF para o tratamento de crianças com SR, conseguindo importante redução dos procedimentos cirúrgicos na infância precoce. Indivíduos com SR têm risco aumentado para apresentar apneia obstrutiva do sono (AOS) e o exame "padrão ouro" para confirmar este diagnóstico é a polissonografia. O diagnóstico preciso da AOS é fundamental, para orientar o tratamento adequado e prevenir possíveis complicações. Objetivos: Estudar a dificuldade respiratória de recém-nascidos e lactentes com sequência de Robin isolada e a prevalência e gravidade da apneia obstrutiva do sono antes e após intervenção terapêutica com INF. Métodos: foram avaliados lactentes com SRI, menores de três meses, com obstrução respiratória tipo 1 ou 2 e sintomas respiratórios moderados ou graves, tratados com INF. Os indivíduos foram avaliados clinicamente e através de estudo polissonográfico. A polissonografia foi realizada 48 horas após a INF, sendo parte do exame realizado com INF e parte sem INF e repetida no momento da decanulação, sem a INF. A gravidade da obstrução respiratória foi definida pelo índice de apneia-hipopneia (IAH): apneia leve se IAH maior ou igual a 1 e menor ou igual a 5 eventos/hora; moderada se IAH maior que 5 e menor ou igual a 10 eventos/hora e grave quando IAH foi maior que 10 eventos/hora. Resultados: foram avaliados 17 (Continua)(Continuação) indivíduos com SRI, 9 (53%) do gênero feminino e 8 (47%) do gênero masculino, com idade média de 36 dias na primeira avaliação. Todos apresentavam sintomas respiratórios moderados e graves e foram tratados com INF. O tempo médio de uso da INF foi de 51 dias (variando de 23 a 172 dias). Todos apresentaram melhora clínica dos sintomas respiratórios com a INF, que passaram de graves e moderados para leves ou ausentes. Embora todos os indivíduos apresentassem dificuldades alimentares, 16 (94%) puderam se alimentar oralmente e apenas 1 (6%) foi submetido a gastronomia. Os exames polissonográficos diagnosticaram apneia obstrutiva do sono (AOS) grave (IAH médio > 10) em todas as avaliações. O IAH médio foi de 41,5 (variando de 0 a 104) no primeiro exame sem INF, 29,5 (variando de 5 a 80) no primeiro exame com a INF e de 29 (variando de 5 a 78) no segundo exame. Conclusão: A melhora clínica dos sintomas respiratórios dos indivíduos com SR, tratados com INF, não correspondeu à melhora da apneia obstrutiva do sono, diagnosticada por polissonografia, que identificou alta prevalência de AOS grave, antes e após intervenção terapêutica com INF
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.08.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SALMEN, Isabel Cristina Drago Marquezini; MARQUES, Ilza Lazarini. Avaliação da dificuldade respiratória na sequência de Robin: estudo clínico e polissonográfico. 2015.Universidade de São Paulo, Bauru, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/61/61132/tde-07032016-170138/pt-br.php >.
    • APA

      Salmen, I. C. D. M., & Marques, I. L. (2015). Avaliação da dificuldade respiratória na sequência de Robin: estudo clínico e polissonográfico. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/61/61132/tde-07032016-170138/pt-br.php
    • NLM

      Salmen ICDM, Marques IL. Avaliação da dificuldade respiratória na sequência de Robin: estudo clínico e polissonográfico [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/61/61132/tde-07032016-170138/pt-br.php
    • Vancouver

      Salmen ICDM, Marques IL. Avaliação da dificuldade respiratória na sequência de Robin: estudo clínico e polissonográfico [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/61/61132/tde-07032016-170138/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020