Exportar registro bibliográfico

Efeitos da compressão torácica em pacientes sob ventilação mecânica (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: GONÇALVES, ELAINE CRISTINA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA; RESPIRAÇÃO ARTIFICIAL; SECREÇÃO; TÓRAX
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Pacientes submetidos a ventilação mecânica comumente apresentam retenção de secreção devido ao prejuízo do transporte mucociliar e eficácia da tosse promovido pela presença de uma via aérea artificial. A compressão torácica manual (CT) é uma técnica de remoção de secreção largamente utilizada que consiste na compressão vigorosa do tórax no inicio da expiração, com o objetivo de aumentar o pico de fluxo expiratório e remover secreção. Objetivo: Avaliar os efeitos da CT na remoção de secreção, mecânica pulmonar e troca gasosa em pacientes sob VM. Método: Ensaio clínico cruzado, randomizado, incluindo 30 sujeitos ventilados mecanicamente submetidos a duas intervenções: controle (CTRL) (placebo e aspiração traqueal) e intervenção (INTERV), (20 manobras de compressão torácica, seguida de aspiração traqueal). Parâmetros hemodinâmicos, mecânica respiratória e troca gasosa foram obtidos em Baseline (Baseline), após CTRL/INTERV, após aspiração (Após Asp) e após 30 minutos da aspiração (Após 30 min). De acordo com a quantidade de secreção removida, os sujeitos foram alocados arbitrariamente em dois grupos: COM_SECR (> 2g) e SEM_SECR (<2g). Resultados: Quando comparado os grupos CTRL x INTERV, a CT removeu maior quantidade de secreção em ambos os grupos, sendo COM_SECR (5,25±4,76 vs 3,35±4,12) (p <0,005); e SEM_SECR ( 0,75 ± 0,59 vs 0,53±0,41) p <0,04). No grupo COM_SECR houve uma maior variação no aumento da complacência estática (12,85±27,84 vs -4,10±13,5) (p<0.04), com tamanho do efeito de (0,34). Não houve diferença para os parâmetros de troca gasosa e dados da hemodinâmica nos diferentes grupos e momentos quando comparado CTRL x INTERV. Conclusão: Na amostra estudada, a compressão torácica promoveu maior remoção de secreção e melhora da complacência estática, sem provocar efeitos deletérios nas trocas gasosas ou nos dados de hemodinâmica em pacientesventilados mecanicamente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.12.2015

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GONÇALVES, Elaine Cristina; GASTALDI, Ada Clarice. Efeitos da compressão torácica em pacientes sob ventilação mecânica. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015.
    • APA

      Gonçalves, E. C., & Gastaldi, A. C. (2015). Efeitos da compressão torácica em pacientes sob ventilação mecânica. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Gonçalves EC, Gastaldi AC. Efeitos da compressão torácica em pacientes sob ventilação mecânica. 2015 ;
    • Vancouver

      Gonçalves EC, Gastaldi AC. Efeitos da compressão torácica em pacientes sob ventilação mecânica. 2015 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020