Exportar registro bibliográfico

Identificação de estirpes do gênero Streptococcus pela técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) e espectrometria de massa MALDI-TOF (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: MATAJIRA, CARLOS EMILIO CABRERA - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VPS
  • Subjects: ESPECTROMETRIA; REAÇÃO EM CADEIA POR POLIMERASE; SUÍNOS
  • Keywords: Streptococcus suis; MALDI-TOF MS; Sequenciamento; Sequencing
  • Language: Português
  • Abstract: Métodos microbiológicos tradicionais como isolamento, coloração de Gram e testes bioquímicos auxiliam na identificação do gênero Streptococcus, no entanto, as espécies apresentam ampla variação fenotípica, tornando difícil a identificação ou diferenciação das mesmas apenas por estes métodos. Uma das espécies mais importantes em suínos, Streptococcus suis, tem provocado grandes prejuízos em todo o mundo e tem sido descrito como uma importante zoonose em alguns países. S. suis está presente nas vias respiratórias superiores, colonizando principalmente tonsilas, cavidades oral e nasal facilitando a alta disseminação por contato direto, principalmente em leitões entre 4 e 12 semanas de vida. Os quadros clínicos mais frequentes em suínos infectados pelo S. suis são meningite, artrite e pneumonia. O objetivo do presente estudo foi identificar estirpes do gênero Streptococcus mediante as técnicas de reação em cadeia pela polimerase (PCR), sequenciamento parcial do gene 16S rRNA e espectrometria de massa MALDI-TOF (MALDI-TOF MS). As análises por PCR e por MALDI-TOF MS resultaram na identificação de 215 estirpes como S. suis e 35 como diferentes espécies pertencentes ao gênero Streptococcus. Os resultados da identificação das 35 estirpes pertencentes a outras espécies do gênero Streptococcus pelo MALDI-TOF MS foram confirmados pelo sequenciamento parcial do gene 16S rRNA, sendo que as duas técnicas apresentaram 100% de concordância. Os resultados obtidos indicam grande eficácia nautilização das técnicas avaliadas para a identificação de S suis e de outras espécies do gênero Streptococcus. A técnica de MALDI-TOF MS, apesar do custo elevado do equipamento, apresentou a vantagem de ser rápida, apresentar baixo custo por análise e reduzida utilização de material
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.08.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MATAJIRA, Carlos Emilio Cabrera; MORENO, Andrea Micke. Identificação de estirpes do gênero Streptococcus pela técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) e espectrometria de massa MALDI-TOF. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-27102015-082622/ >.
    • APA

      Matajira, C. E. C., & Moreno, A. M. (2015). Identificação de estirpes do gênero Streptococcus pela técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) e espectrometria de massa MALDI-TOF. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-27102015-082622/
    • NLM

      Matajira CEC, Moreno AM. Identificação de estirpes do gênero Streptococcus pela técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) e espectrometria de massa MALDI-TOF [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-27102015-082622/
    • Vancouver

      Matajira CEC, Moreno AM. Identificação de estirpes do gênero Streptococcus pela técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) e espectrometria de massa MALDI-TOF [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-27102015-082622/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021