Exportar registro bibliográfico

Prospecção quantitativa e qualitativa de uma nova fonte renovável de quitosana (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: BEZERRA, ADRIANA MAIA - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBT
  • Subjects: TECNOLOGIA QUÍMICA; BIOPOLÍMEROS; QUITOSANA; TECNOLOGIA FARMACÊUTICA; BARATAS
  • Language: Português
  • Abstract: A quitosana é um biopolímero funcional com grande potencial de desenvolvimento, podendo gerar diferentes tipos de materiais com variadas funções. Conforme modificações na sua estrutura, a quitosana tem encontrado aplicações nas mais diversas áreas, possuindo um grande leque de aplicações. Apesar do crescente uso da quitosana e do aumento das pesquisas por novas aplicações, a prospecção de outras opções de fontes (que não crustáceos) de quitosana não têm sido consistentemente apresentadas. O objetivo do presente projeto é realizar a prospecção quantitativa e qualitativa de uma nova fonte renovável de quitosana. Temos como uma fonte alternativa para a produção de quitosana, os blatódeos que são comumente conhecidos como baratas. Eles são organismos terrestres que apresentam uma reprodução consideravelmente rápida, se adaptam aos mais variados ambientes e tem o custo de criação baixíssimo devido à sua fácil adaptação ao ambiente e alimentação. Além disso, os blatódeos não possuem sazonalidade, e ainda realizam ecdises, podendo-se utilizar as exúvias para a produção de quitosana. Foram determinados o processo e o rendimento do processo de obtenção de quitosana a partir de blatódeos (Phoetalia pallida). Os blatódeos foram submetidos a tratamento com solução de hidróxido de sódio 50% (p/v) em temperatura de 120 ºC por sete tempos diferentes (1, 2, 3, 6, 10 e 20 horas). As quitosanas obtidas foram caracterizadas mediante técnicas de espectroscopia no Infravermelho (FTIR), comportamento térmico (TG/DTG e DSC), difração de raios-x, viscosimetria e teste de solubilidade. A obtenção de quitosana a partir de blatódeos apresentou vantagens em relação à produção a partir de crustáceos: reduzido número de etapas do processo e dispensa o tratamento com HCl, que é um poluente. O processo de obtenção de quitosana teve rendimento de aproximadamente 15%,variando de acordo com o tempo de reação. De uma maneira geral, as quitosanas de barata apresentaram características semelhantes à quitosana de camarão
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.12.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BEZERRA, Adriana Maia; POLAKIEWICZ, Bronislaw. Prospecção quantitativa e qualitativa de uma nova fonte renovável de quitosana. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9135/tde-25022016-111721/ >.
    • APA

      Bezerra, A. M., & Polakiewicz, B. (2015). Prospecção quantitativa e qualitativa de uma nova fonte renovável de quitosana. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9135/tde-25022016-111721/
    • NLM

      Bezerra AM, Polakiewicz B. Prospecção quantitativa e qualitativa de uma nova fonte renovável de quitosana [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9135/tde-25022016-111721/
    • Vancouver

      Bezerra AM, Polakiewicz B. Prospecção quantitativa e qualitativa de uma nova fonte renovável de quitosana [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9135/tde-25022016-111721/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021