Exportar registro bibliográfico

Caracterização da tolerância ao estresse oxidativo, capacidade de remoção de proteínas oxidadas e a expectativa de vida de linhagens da levedura S. cerevisiae com mutações sítio-específicas na subunidade & alpha; 5 do proteassomo 20S: implicações na prevenção de agregação (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: OHARA, ERINA - ICB
  • Unidade: ICB
  • Sigla do Departamento: BMA
  • Subjects: ESTRESSE OXIDATIVO; SACCHAROMYCES; LEVEDURAS; ENZIMAS OXIRREDUTORAS; OLIGOPEPTÍDEOS
  • Keywords: Aggregates; Agregados; Life span; Longevidade; Proteasome; Proteassomo; S-glutathiolation; S-glutatiolação; Stress oxidative
  • Language: Português
  • Abstract: O proteassomo é um complexo proteico responsável pela degradação de proteínas poli-ubiquitinadas. É constituído por uma unidade catalítica denominada de proteassomo 20S (20SPT) e por unidades regulatórias (19S) acopladas em uma ou ambas as extremidades para formar o proteassomo 26S. O 20SPT é capaz de degradar proteínas por um processo independente de ATP e ubiquitina. Este mecanismo é considerado preventivo de agregação proteica, uma vez que o acúmulo de proteínas oxidadas está diretamente associado ao envelhecimento e doenças neurodegenerativas. Foi observado pelo grupo que o 20SPT da levedura S.cerevisiae sofre S-glutatiolação nos resíduos de Cys 76 e Cys 221 da subunidade 5. Dados obtidos por microscopia eletrônica de transmissão mostraram que a S-glutatiolação promove a abertura da câmara catalítica e consequentemente o aumento da degradação de proteínas. Recentemente, foram obtidas linhagens com mutações sítio-específicas pela substituição dos dois resíduos de Cys glutatioláveis pela Ser. Ensaios realizados com a linhagem C221 mostraram um aumento da longevidade e resistência ao estresse oxidativo quando comparada com a linhagem selvagem, enquanto que a linhagem C76 mostrou uma dificuldade no crescimento. Foi verificado também que a população de proteassomo isolada da linhagem C221 apresenta maior proporção da forma aberta da câmara catalítica. Resultados opostos foram observados na linhagem C76S. No entanto, constatamos um aumento de proteínas oxidadas e de agregadosproteicos na linhagem C221 em comparação a selvagem. Esses dados não condizem com o aumento do tempo de vida cronológico desta linhagem, porém acreditamos que esses agregados estejam relacionados a um tipo de sequestro de proteínas potencialmente prejudiciais, como será discutido neste trabalho
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.09.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OHARA, Erina; DEMASI, Marilene. Caracterização da tolerância ao estresse oxidativo, capacidade de remoção de proteínas oxidadas e a expectativa de vida de linhagens da levedura S. cerevisiae com mutações sítio-específicas na subunidade & alpha; 5 do proteassomo 20S: implicações na prevenção de agregação. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42131/tde-07122015-151201/ >.
    • APA

      Ohara, E., & Demasi, M. (2015). Caracterização da tolerância ao estresse oxidativo, capacidade de remoção de proteínas oxidadas e a expectativa de vida de linhagens da levedura S. cerevisiae com mutações sítio-específicas na subunidade & alpha; 5 do proteassomo 20S: implicações na prevenção de agregação. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42131/tde-07122015-151201/
    • NLM

      Ohara E, Demasi M. Caracterização da tolerância ao estresse oxidativo, capacidade de remoção de proteínas oxidadas e a expectativa de vida de linhagens da levedura S. cerevisiae com mutações sítio-específicas na subunidade & alpha; 5 do proteassomo 20S: implicações na prevenção de agregação [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42131/tde-07122015-151201/
    • Vancouver

      Ohara E, Demasi M. Caracterização da tolerância ao estresse oxidativo, capacidade de remoção de proteínas oxidadas e a expectativa de vida de linhagens da levedura S. cerevisiae com mutações sítio-específicas na subunidade & alpha; 5 do proteassomo 20S: implicações na prevenção de agregação [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42131/tde-07122015-151201/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021