Exportar registro bibliográfico

Contribuições da psicologia escolar para formação de professores: um estudo sobre a disciplina psicologia da educação nas licenciaturas (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: CHECCHIA, ANA KARINA AMORIM - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSA
  • Subjects: PSICOLOGIA ESCOLAR; FORMAÇÃO DE PROFESSORES; ENSINO SUPERIOR; PEDAGOGIA; LICENCIATURA
  • Language: Português
  • Abstract: Nesta pesquisa, embasada teoricamente em uma perspectiva crítica em Psicologia Escolar, fundamentada no pensamento marxista, visamos investigar contribuições da Psicologia Escolar para a formação inicial de professores, tendo a disciplina Psicologia da Educação como expressão de discussões relativas ao processo de escolarização, proferidas neste campo do conhecimento. Nesse sentido, indagamos: que contribuições a Psicologia Escolar oferece atualmente para a formação de professores? De que modo reflexões realizadas no campo da Psicologia Escolar, que apresentam como foco de análise o processo de escolarização, estão presentes em discussões realizadas na disciplina Psicologia da Educação? O trabalho de campo envolveu a realização de: a) entrevistas individuais com docentes de duas disciplinas de Psicologia da Educação, ministradas em cursos de Licenciatura em Pedagogia e demais Licenciaturas, oferecidas na Faculdade de Educação em uma universidade pública no Estado de São Paulo, e com os coordenadores destes cursos; b) entrevistas em grupo com estudantes de tais disciplinas; c) observação às aulas destas disciplinas, durante um semestre letivo. Foi possível identificar que as disciplinas investigadas expressam discussões realizadas ao longo do movimento crítico no campo da Psicologia Escolar, ao abordarem temas como: a) fracasso escolar com questionamento de tradicionais teorizações sobre o fracasso e explicitação de elementos sociais, políticos e institucionais queconstituem o processo de escolarização; b) queixa escolar com a problematização da atribuição de suas causas a fatores centrados no indivíduo e da patologização da queixa escolar, situando-a no processo de medicalização da Educação; c) relações intersubjetivas que constituem a vida diária escolar atentando para os efeitos de condições objetivas do processo de escolarização na vida dos sujeitos, bem como do reducionismo de questões sociais ao âmbito individual, por meio do qual as dimensões social e política desse processo deixam de ser consideradas, de modo a se culpabilizar os alunos, sua família ou os professores pelos problemas de escolarização. Diante da crítica ao psicologismo na Educação subjacente ao modo como a Psicologia se insere, historicamente, na formação inicial de professores, bem como à primazia do estudo sobre o desenvolvimento humano e a aprendizagem nesta disciplina, identificados hegemonicamente como alicerce das contribuições da Psicologia da Educação para a formação docente, enfatizamos a relevância de se propiciar a discussão de questões proferidas na Psicologia Escolar que expressam o deslocamento de seu foco de análise da centralidade no indivíduo para a reflexão sobre o processo de escolarização, compreendido em sua complexidade, e as relações entre os sujeitos (históricos) que constituem a vida diária escolar. Defendemos, enfim, a proposição de que a disciplina Psicologia da Educação pode consistir em importante aliada na luta pela humanizaçãodas relações escolares e pela Educação pública de qualidade , tendo como alicerce discussões no campo da Psicologia Escolar voltadas para a explicitação do caráter ideológico de teorizações psicológicas naturalizantes e a problematização de estereótipos e preconceitos cientificamente legitimados que atravessam as relações escolares, bem como do reducionismo de questões socialmente constituídas ao âmbito individual, propiciando com que estes professores (como essenciais aliados nesta luta) busquem com isso não compactuar
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.04.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CHECCHIA, Ana Karina Amorim; SOUZA, Marilene Proenca Rebello de. Contribuições da psicologia escolar para formação de professores: um estudo sobre a disciplina psicologia da educação nas licenciaturas. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-07082015-114724/ >.
    • APA

      Checchia, A. K. A., & Souza, M. P. R. de. (2015). Contribuições da psicologia escolar para formação de professores: um estudo sobre a disciplina psicologia da educação nas licenciaturas. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-07082015-114724/
    • NLM

      Checchia AKA, Souza MPR de. Contribuições da psicologia escolar para formação de professores: um estudo sobre a disciplina psicologia da educação nas licenciaturas [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-07082015-114724/
    • Vancouver

      Checchia AKA, Souza MPR de. Contribuições da psicologia escolar para formação de professores: um estudo sobre a disciplina psicologia da educação nas licenciaturas [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-07082015-114724/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021