Exportar registro bibliográfico

Efeito do ácido rosmarínico sobre eventos cicatriciais oculares relacionados aos fibroblastos da Cápsula de Tenon (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated author: MÓDULO, CAROLINA MARIA - FMRP
  • School: FMRP
  • Sigla do Departamento: ROO
  • Subjects: GLAUCOMA (CIRURGIA); FIBROBLASTOS; CICATRIZAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: A deposição de colágeno e a presença de miofibroblastos são fatores chaves relacionados a cicatrização excessiva observada frequentemente após a trabaculectomia (TREC) em pacientes glaucomatosos. Uma vez que os agentes antifibróticos utilizados atualmente apresentam importantes efeitos colaterais relacionados à má cicatrização, o presente trabalho avaliou os efeitos anticicatrizantes de um novo agente, o ácido rosmarínico (AR), sobre fibroblastos da cápsula de Tenon (FCT) de coelhos, após estimulação com o fator de transformação de crescimento beta 2 (TGF- ß2). Métodos: FCT de coelhos na terceira passagem, estimulados ou não com TGF-ß2 (5ng/ml) por 48 horas, tratados com AR por 12 horas, nas concentrações 0,3, 1,0 e 3,0 µM. Após 24 e 48 horas, a proliferação e viabilidade dos FCT foram avaliadas por meio do ensaio de 3-[4,5-dimetiltiazol-2-il]2,5-difenil-brometo de tetrazólio (MTT) e contagem celular com azul de Trypan. A proliferação celular e a diferenciação em miofibroblastos foram também avaliadas por ensaios de imunofluorescência para o antígeno nuclear de proliferação celular PCNA e alfa actina de músculo liso (α-SMA) respectivamente. A expressão do colágeno tipo I alfa I (COL1A1) e do TGF-ß2 foi estudada através da Reação da Cadeia de Polimerase em Tempo Real (RT-PCR). Resultados: Na ausência de TGF-ß2, o AR induziu redução significativa no número de FCT viáveis, com menores índices de proliferação celular, de forma dose-dependente. Todas as concentrações de AR estudadas mostraram menor diferenciação miofibroblástica e menor expressão do RNAm COL1A1. Na presença de TGF-ß2 não houve diferenças significativas nos diversos parâmetros estudados, com exceção para a diminuição na proliferação e viabilidade celular, observada com a maior concentração (3,0 µM). Conclusões: O presente estudo sugere que o AR pode exercer açõesanticicatrizantes sobre FCT, principalmente na concentração de 3,0 µM e em células não estimuladas previamente pelo TGF- ß2. Seu uso como modulador cicatricial em TREC poderá ser proposto no pré-operatório, porém os benefícios de sua aplicação em humanos devem ser confirmados em estudos clínicos futuros voltados à avaliação de segurança e eficácia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.08.2014

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MÓDULO, Carolina Maria; PAULA, Jayter Silva de. Efeito do ácido rosmarínico sobre eventos cicatriciais oculares relacionados aos fibroblastos da Cápsula de Tenon. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Módulo, C. M., & Paula, J. S. de. (2014). Efeito do ácido rosmarínico sobre eventos cicatriciais oculares relacionados aos fibroblastos da Cápsula de Tenon. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Módulo CM, Paula JS de. Efeito do ácido rosmarínico sobre eventos cicatriciais oculares relacionados aos fibroblastos da Cápsula de Tenon. 2014 ;
    • Vancouver

      Módulo CM, Paula JS de. Efeito do ácido rosmarínico sobre eventos cicatriciais oculares relacionados aos fibroblastos da Cápsula de Tenon. 2014 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022