Exportar registro bibliográfico

O modelo logístico com erros assimétricos e heterocedásticos aplicado a dados de altura do milho (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: MANGUEIRA, RICK ANDERSON FREIRE - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCE
  • Subjects: MILHO; CURVAS DE CRESCIMENTO; MODELOS NÃO LINEARES
  • Keywords: Assimetria dos erros
  • Language: Português
  • Abstract: A produção de milho tem uma grande importância para o país. Ter o conhecimento sobre o crescimento da planta é de fundamental importância para seu manejo. Pode-se obter esse conhecimento fazendo um estudo por meio de modelos de crescimento, para se obter informações por meio de parâmetros com interpretações biológicas que trazem consigo um resumo sobre a curva característica do crescimento da planta, que podem ajudar no planejamento da cultura e principalmente conhecer qual período a planta mais cresce, a época mais adequada para adubação e realização do controle de pragas. Considerar características não comuns de suposições do modelo pode dar maior confiabilidade nos resultados do ajuste, como por exemplo a consideração da heterocedasticidade e não normalidade residual. Sendo assim, esse trabalho teve o objetivo de ajustar o modelo logístico considerando a heterocedasticidade e diferentes distribuições para o erro como normalidade, assimetria normal e assimetria t-student, a dados da altura da planta do milho do híbrido transgênico 30F35 Y (Yieldgard), observados ao longo do tempo. O experimento foi realizado no município de Votuporanga-SP, em área experimental do Pólo Regional Noroeste Paulista da APTA (Agência Paulista de Tecnologia dos Agro-negócios), no ano agrícola 2011/2012. A primeira medição da altura da planta de milho foi realizada 15 dias após a semeadura. As medições seguintes ocorreram com 30, 40, 50 e 122 dias, respectivamente, após a semeadura. Em cada dia deavaliação foi medido a altura das plantas em centímetros, com auxílio de uma régua, sendo esta medida da base da planta (solo) até o ápice da última folha expandida do cartucho. Toda a análise foi realizada utilizando o software R. Todos os modelos considerados se ajustaram bem a curva de crescimento do híbrido transgênico 30F35 Y (Yieldgard), porém o modelo logístico considerando erros normais assimétricos foi escolhido como mais adequado para modelar a curva, com base nos avaliadores utilizados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.01.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MANGUEIRA, Rick Anderson Freire; SAVIAN, Taciana Villela. O modelo logístico com erros assimétricos e heterocedásticos aplicado a dados de altura do milho. 2015.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11134/tde-07042015-095040/ >.
    • APA

      Mangueira, R. A. F., & Savian, T. V. (2015). O modelo logístico com erros assimétricos e heterocedásticos aplicado a dados de altura do milho. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11134/tde-07042015-095040/
    • NLM

      Mangueira RAF, Savian TV. O modelo logístico com erros assimétricos e heterocedásticos aplicado a dados de altura do milho [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11134/tde-07042015-095040/
    • Vancouver

      Mangueira RAF, Savian TV. O modelo logístico com erros assimétricos e heterocedásticos aplicado a dados de altura do milho [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11134/tde-07042015-095040/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021