Exportar registro bibliográfico

Fissura labiopalatina: análise da diadococinesia oral (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GENARO, KATIA FLORES - FOB ; BRASOLOTTO, ALCIONE GHEDINI - FOB
  • Unidade: FOB
  • Subjects: FISSURA LÁBIOPALATINA; HABILIDADES NA COMUNICAÇÃO; SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO; CRIANÇAS
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A morfologia do sistema estomatognático está alterada em casos com fissura labiopalatina e, mesmo após as correções cirúrgicas, a fala pode apresentarse alterada devido ao comprometimento da função velofaríngea ou da condição dentooclusal. Este último leva a adaptações funcionais da língua e dos lábios, tanto na situação de repouso quanto durante a produção de sons específicos. O teste da diadococinesia (DDC) permite avaliar o desempenho motor oral e por esta razão possibilita compreender a habilidade motora diante de adaptações, porém tem sido pouco utilizado nos estudos relacionados a indivíduos com fissura labiopalatina. Objetivo:Caracterizar a habilidade motora oral em crianças com fissura labiopalatina de acordo com o comprometimento estrutural. Material e Método:Estudo aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Instituição, do qual participaram três grupos de crianças entre 9 e 12 anos de idade: 28 com fissura isolada de palato (FP), 30 com fissura completa unilateral de lábio e palato (FLP),reparadas, e 30 crianças sem fissura (C). O teste da DDC foi realizado por meio da repetição das sílabas “pa”, “ta” e “ca” e da sequencia trissilábica “pataca”. A análise das monossílabas foi realizada pelo Programa Motor Speech Profile Advanced (Modelo 5141, versão 2.5.2, KayPENTAXTM), que fornece automaticamente o número de emissões por segundo, e da sequencia “pataca”, a contagem do número de emissões por segundo foi realizada manualmente, com apoio visual e auditivo, por meio do software de edição Sound Forge 8.0 (Sony). As comparações entre os grupos foram realizadas por meio da Análise de Variância, seguida do teste de Tukey e adotado o nível de significância de 5%. Resultados: As médias e desvios padrão obtidos do número de emissões por segundo, respectivamente para os grupos FP, FLP e C foram: “pa”: 4,85±0,66,4,70±0,63 e 4,63±0,68; “ta”: 4,66±0,63, 4,65±0,48 e 4,75±0,74; “ca”: 4,06±0,47, 3,86±0,58 e 4,37±0,76; e “pataca”: 1,63±0,16, 1,67±0,16 e 1,74±0,18. Observouse para a sílaba “ca” maior número de emissões por segundo no grupo C comparado ao grupo FLP (p=0,008) e maior número de emissões por segundo também para a emissão da sequencia “pataca” no grupo C (p=0,050), comparado ao grupo com FP. O fato de ter ocorrido diferença entre os grupos apenas na emissão “ca” sugere que esta é mais susceptível a sofrer alterações na velocidade e, por essa razão, manifestouse mais lenta no grupo com FLP, o que pode ser justificado por histórico de distúrbio compensatório, ou possivelmente por apresentarem, em maior ou menor grau algum comprometimento da oclusão, que levaria a requerer maior tempo para o planejamento/organização do movimento. Alteração na tonicidade da língua também poderia aumentar a duração da articulação durante esta produção silábica. Na repetição da sequência “pataca”, o grupo com FP produziu menos repetições que o grupo C, fato inesperado, uma vez que esses grupos apresentavam semelhante condição estrutural dentooclusal e do lábio, diferente do grupo com FLP que não manifestou diferença com os demais grupos. Conclusão: A aplicação da DDC foi capaz de diferenciar os grupos, porém não durante todas as emissões silábicas, apenas na sílaba “ca” e na sequência “pataca”.
  • Imprenta:
  • ISBN: 978-85-60911-48-6
  • Source:
  • Conference titles: Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GENARO, Katia Flores; MODOLO, Daniela Jovel; BRASOLOTTO, Alcione Ghedini. Fissura labiopalatina: análise da diadococinesia oral. Anais.. São Paulo: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, 2014.
    • APA

      Genaro, K. F., Modolo, D. J., & Brasolotto, A. G. (2014). Fissura labiopalatina: análise da diadococinesia oral. In Anais Científicos. São Paulo: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia.
    • NLM

      Genaro KF, Modolo DJ, Brasolotto AG. Fissura labiopalatina: análise da diadococinesia oral. Anais Científicos. 2014 ;
    • Vancouver

      Genaro KF, Modolo DJ, Brasolotto AG. Fissura labiopalatina: análise da diadococinesia oral. Anais Científicos. 2014 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021