Exportar registro bibliográfico

Gastrosquise: avaliação do padrão de crescimento fetal e predição de baixo peso no nascimento (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CENTOFANTI, SANDRA FRANKFURT - FM
  • Unidades: FM
  • Sigla do Departamento: MOG
  • Subjects: GRAVIDEZ; RECÉM-NASCIDO DE BAIXO PESO (CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO); PREDIÇÃO DE RESULTADOS; FETO (ANORMALIDADES;CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO;AVALIAÇÃO); PESOS E MEDIDAS CORPORAIS (ANÁLISE); BIOMETRIA
  • Keywords: Biometria; Biometry; Estudos retrospectivos; Fetal growth retardation/ultrasonography; Fetal weight; Gastroschisis; Gastrosquise; Gravidez; Infant low birth weight/growth & development; Peso fetal; Predição; Prediction; Pregnancy; Recém-nascido de baixo peso/crescimento & desenvolvimento; Retardo de crescimento fetal/ultrassonografia; Retrospective studies
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: Gastrosquise é uma malformação da parede abdominal do feto e uma das principais complicações relacionadas à restrição de crescimento fetal. Objetivo principal: avaliar o padrão de crescimento de fetos com gastrosquise para cada parâmetro biométrico. Objetivo secundário: avaliar o déficit de crescimento em três períodos gestacionais e predizer recém-nascidos pequenos para idade gestacional a partir de medidas de parâmetros biométricos abaixo do percentil 10. METODOS: Este é um estudo do tipo coorte retrospectivo. Foram selecionados 70 casos para avaliação do padrão de crescimento. As medidas de cada parâmetro biométrico: circunferência cefálica, circunferência abdominal, comprimento femoral, razão circunferência cefálica/circunferência abdominal e peso fetal estimado foram plotadas em um gráfico de dispersão para comparação com a curva de referência. A diferença porcentual entre as médias das medidas dos fetos com gastrosquise em relação aos normais foi determinada. Para a avaliação do déficit de crescimento foram incluídos 59 casos, com ao menos um exame em cada período gestacional (I:20 a 25 semanas e 6 dias; II:26 a 31 semanas e 6 dias; III: 32 semanas até o parto). O déficit de cada parâmetro biométrico foi obtido a partir da comparação entre os períodos gestacionais. Para a predição de recém-nascido pequeno para idade gestacional foram utilizadas as medidas abaixo do percentil 10 de cada parâmetro biométrico nos períodos I e II. RESULTADOS: Na avaliação do padrão de crescimento,observa-se diferença significativa entre os fetos com gastrosquise e fetos normais a partir de 20 semanas de gestação (p
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.10.2014
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CENTOFANTI, Sandra Frankfurt; BRIZOT, Maria de Lourdes. Gastrosquise: avaliação do padrão de crescimento fetal e predição de baixo peso no nascimento. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-14012015-145155/ >.
    • APA

      Centofanti, S. F., & Brizot, M. de L. (2014). Gastrosquise: avaliação do padrão de crescimento fetal e predição de baixo peso no nascimento. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-14012015-145155/
    • NLM

      Centofanti SF, Brizot M de L. Gastrosquise: avaliação do padrão de crescimento fetal e predição de baixo peso no nascimento [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-14012015-145155/
    • Vancouver

      Centofanti SF, Brizot M de L. Gastrosquise: avaliação do padrão de crescimento fetal e predição de baixo peso no nascimento [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-14012015-145155/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020