Exportar registro bibliográfico

"Seguindo lei firme, como outrora, gerado do caos sagrado, sente-se de novo o entusiasmo": a representação do poeta e do seu fazer no hino alemão de Klopstock a Hölderlin (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: SERPA, DANILO CHIOVATTO - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLM
  • Subjects: POESIA; LITERATURA ALEMÃ
  • Keywords: Gestos de fala; Gestures of speech; Poet's representation; Representação do poeta
  • Language: Português
  • Abstract: Esta dissertação gira em torno da representação do poeta no hino tardio (späte Hymne) de Hölderlin. A representação do poeta é abordada a partir da consideração de representações de poetas que lhe são anteriores, tanto no contexto da poesia lírica alemã do séc. XVIII, mais precisamente no âmbito dos hinos (Hymnen) desse período, como no da poesia da Antiguidade, com destaque para a grega, a qual era tratada com peculiar atenção por autores em língua alemã da época supracitada. Ideias elaboradas por autores de língua alemã da segunda metade do séc. XVIII acerca do hino e da relação da poesia antiga (mais uma vez com destaque para a grega e para Píndaro) com a literatura alemã são aqui retomadas (na seção quatro deste trabalho). O estudo da representação do poeta se baseou, sobretudo, em análises mais detidas de poemas. Foram analisados, além de dois poemas de Hölderlin Die Wanderung e Andenken (na seção cinco) , dois poemas de autores alemães que lhe precederam Das Landleben, de Klopstock, e Wandrers Sturmlied, de Goethe (seção quatro) e dois poemas do mundo antigo, o Hino Homérico 6: a Afrodite e a Pítica 1, de Píndaro (seção três). Procura-se identificar a representação do poeta nos poemas por meio dos gestos de fala, cuja conceituação é desenvolvida em uma das primeiras partes deste trabalho (seção dois). A forma simples que subjaz ao hino é a reza, cujos gestos, ainda que com algumas variações discutidas nos casos particulares, são encontrados, por fim, nos poemasacima indicados. O objetivo é compreender, através desta pesquisa, de modo mais geral, (a) o processo de constituição da imagem do poeta a partir de concepções do poeta legadas pela tradição e (b) as interseções e correlações entre poesia arcaica e moderna; entre o papel de poetas antigos e poetas de um mundo moderno. Certos poetas alemães do séc. XVIII retomam e perfazem, em outra circunstância e condições sociais e históricas diversas, gestos realizados por poetas da Antiguidade, os quais, por sua vez, apresentam funções e atividades concernentes à poesia da sociedade de que faziam parte. Poetas na Alemanha do séc. XVIII/XIX que realizam gestos daquela poesia antiga aparecem, por um lado, como visionários, iniciados, articuladores da voz de pedido e louvor da comunidade, núncios e profetas, e também, por outro, como alguém de sensibilidade, intérprete da poesia e da história, pessoa de grande percepção e genialidade. Contudo, não se exclui, na idade moderna, a predicação de loucura ao poeta que demonstra um entusiasmo não tão consequente ou que se perde na lida com Píndaro. Nesse percurso de retomada da poesia passada, mostrou-se significativo o estabelecimento de charis pelo poeta: um característico encontrado na poesia antiga que vai assumindo novas formas e objetos de articulação ao longo desses poemas mais modernos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.03.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SERPA, Danilo Chiovatto; GALLE, Helmut Paul Erich. "Seguindo lei firme, como outrora, gerado do caos sagrado, sente-se de novo o entusiasmo": a representação do poeta e do seu fazer no hino alemão de Klopstock a Hölderlin. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8144/tde-13052014-102550/ >.
    • APA

      Serpa, D. C., & Galle, H. P. E. (2014). "Seguindo lei firme, como outrora, gerado do caos sagrado, sente-se de novo o entusiasmo": a representação do poeta e do seu fazer no hino alemão de Klopstock a Hölderlin. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8144/tde-13052014-102550/
    • NLM

      Serpa DC, Galle HPE. "Seguindo lei firme, como outrora, gerado do caos sagrado, sente-se de novo o entusiasmo": a representação do poeta e do seu fazer no hino alemão de Klopstock a Hölderlin [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8144/tde-13052014-102550/
    • Vancouver

      Serpa DC, Galle HPE. "Seguindo lei firme, como outrora, gerado do caos sagrado, sente-se de novo o entusiasmo": a representação do poeta e do seu fazer no hino alemão de Klopstock a Hölderlin [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8144/tde-13052014-102550/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021