Exportar registro bibliográfico

Influência da resposta aguda de estresse no desempenho da memória de idosos saudáveis (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: SANTOS, ALINE TALITA DOS - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENC
  • Subjects: ESTRESSE; MEMÓRIA; ENVELHECIMENTO; CORTISOL
  • Language: Português
  • Abstract: Vários estudos têm sugerido que o estresse pode ser um dos fatores relacionados com grande variabilidade cognitiva observada em idosos. Esta associação se explica porque o cortisol, principal classe de hormônios do estresse em humanos, apresenta alta afinidade por receptores específicos localizados no hipocampo e baixo desempenho cognitivo. Entretanto, o efeito do estresse agudo no desempenho da memória ainda se encontra inconclusivo em idosos. Isto é particularmente relevante, uma vez que, idosos com comprometimento cognitivo patológico apresentam concentração elevada de cortisol, que por sua vez, está associada com rápida progressão da doença. Assim, o objetivo do estudo foi analisar a relação entre desempenho da memória e resposta neuroendócrina e cardiovascular de estresse em idosos saudáveis. Foram selecionados aleatoriamente 100 idosos alfabetizados, predominantemente do sexo feminino, sem prejuízo cognitivo e funcional, moradores da cidade de São Paulo. A resposta neuroendócrina de estresse foi avaliada a partir concentração de cortisol salivar enquanto que a reação cardiovascular a partir da pressão arterial e frequência cardíaca antes, durante e após a exposição do participante a um estressor psicossocial agudo ("Trier Social Stress Test" - TSST). O TSST envolve duas tarefas: falar em público e realizar cálculos aritméticos mentalmente diante de uma banca examinadora. O desempenho da memória foi avaliado mediante aplicação do teste Pares de Palavras (PP) 20 minutos antes do TSST para evocação imediata e aprendizado e 15 minutos após o fim do TSST para evocação tardia. Foi observado aumento de 96% na concentração de cortisol 15 minutos após o TSST, bem como elevação da pressão arterial em relação à situação basal. Ademais, observamos redução significativa do escore do teste PP após o TSST e correlação negativa entre concentração de cortisol, evocação imediata e tardia dos PP.Os resultados revelam influência do estresse agudo no desempenho da memória, particularmente da evocação tardia, de idosos, destacando a vulnerabilidade destes indivíduos aos efeitos neurotóxicos do cortisol na memória e, consequentemente ao desenvolvimento de transtornos cognitivos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.04.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Aline Talita dos; TALARICO, Juliana Nery de Souza. Influência da resposta aguda de estresse no desempenho da memória de idosos saudáveis. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-22082014-152926/ >.
    • APA

      Santos, A. T. dos, & Talarico, J. N. de S. (2013). Influência da resposta aguda de estresse no desempenho da memória de idosos saudáveis. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-22082014-152926/
    • NLM

      Santos AT dos, Talarico JN de S. Influência da resposta aguda de estresse no desempenho da memória de idosos saudáveis [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-22082014-152926/
    • Vancouver

      Santos AT dos, Talarico JN de S. Influência da resposta aguda de estresse no desempenho da memória de idosos saudáveis [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-22082014-152926/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021