Exportar registro bibliográfico

Aspectos da biologia destinados à criação de Tetragona clavipes (Fabricius, 1804) (Apidae, Meliponini) (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: DUARTE, RAONI DA SILVA - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: APICULTURA; MEL; PÓLEN
  • Keywords: Arquitetura de ninho; Atividade antimicrobiana de mel; Palinologia |; Tetragona clavipes; Honey antimicrobial ativity; Nest Architecture; Palynology; Tetragona clavipes
  • Language: Português
  • Abstract: As abelhas sem ferrão eram criadas pelos Maias e indígenas da América do Sul. Desde então as técnicas evoluíram, surgindo vários modelos de caixas. No entanto alguns, na colheita, contaminam o mel e submergem os ovos no alimento larval. Na Amazônia surgiu um modelo mais vantajoso, utilizado por meliponicultores e pesquisadores. Das mais de 220 espécies de abelhas sem ferrão nativas do Brasil, criar um só modelo de caixa para todas não tem lógica. Tetragona clavipes, conhecida como borá, derivado de "hebora", que significa "o que há de ter (mel)", reserva grande quantidade de alimento, interessante para produção de mel. Portanto, pretendeu-se conhecer a arquitetura do ninho, o potencial de produção de mel, a preferência polínica e as propriedades antimicrobianas do mel e da própolis. O estudo foi realizado em Ribeirão Perto/SP, em vegetação urbana. Foram transferidas 18 colónias, a maioria de dentro de troncos. Nove sucumbiram, devido principalmente aos forideos (Diptera, Phoridae). O volume médio dos ninhos de 10 colónias foi de 3994,8 ‘cm POT. 3’ e os favos de cria, de formato espiral, um diâmetro médio de 13,9 cm. De uma colónia foram calculadas as médias do peso da rainha (101,4 mg), largura dos favos de cria (11,1 em), largura (5,98 mm) e altura (3,11 mm) das células de cria e células reais (8,5 mm; 6,1 mm, respectivamente), o número de células de cria por área de favo (10,9/ cm POT. 2’), altura dos pilares entre os favos (3,7 mm), altura e largura dos potes de mel (3,5 em; 2,38 cm, respectivamente) e de pólen (3,71 cm; 2,33 em, respectivamente), e volume de mel (6,55 mi) e peso do pólen (6,09 g) dentro de potes fechados. Um equipamento de ultrassom auxiliou a identificação de estruturas de ninhos dentro de troncos, porém nem todas. De oito enxames foram monitoradas as área de ocupação em caixa e o peso. Cinco morreram e o restante não cresceu, provavelmente devido ao frio.Não foi quantificada a produção de mel. De outra colónia foram coletadas abelhas regressantes com pólen, entre agasto de 2010 e julho de 2011. Foram identificados 45 tipos polínicos pertencentes a 17 famílias, além de sete não identificáveis. A família com mais tipos foi a Fabaceae e o coletado por maior período o tipo Amaranthus, género de uma planta comercial. Foram poucas plantas de relevância económica, incluindo o tipo Citrus, entretanto, considerou-se possibilidades na polinização. Foram avaliadas as atividades antimicrobianas do mel e própolis frente à Staphylococcus aureus, Staphylococcus epidermidis, Pseudomonas aeruginosa, Paenibacillus larvae, Escherichia coli e Cândida albicans. O mel não foi ativo contra E. coli. A própolis teve leve atividade contra S. aureus e S. epidermidis. Manejar e criar esta espécie de abelha requer cuidados. É necessário um modelo de caixa, que atenda às suas exigências. A diversidade polínica serviu para conhecer parte do recurso alimentar, e não, necessariamente, o potencial polinizador. O mel apresentou relevância na medicina e apicultura, mas a própolis teve atividade singela. Destacando o mel como alternativa contra micro-organismos resistentes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.11.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DUARTE, Raoni da Silva; SOARES, Ademilson Espencer Egea. Aspectos da biologia destinados à criação de Tetragona clavipes (Fabricius, 1804) (Apidae, Meliponini). 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59131/tde-13092013-113644/ >.
    • APA

      Duarte, R. da S., & Soares, A. E. E. (2012). Aspectos da biologia destinados à criação de Tetragona clavipes (Fabricius, 1804) (Apidae, Meliponini). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59131/tde-13092013-113644/
    • NLM

      Duarte R da S, Soares AEE. Aspectos da biologia destinados à criação de Tetragona clavipes (Fabricius, 1804) (Apidae, Meliponini) [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59131/tde-13092013-113644/
    • Vancouver

      Duarte R da S, Soares AEE. Aspectos da biologia destinados à criação de Tetragona clavipes (Fabricius, 1804) (Apidae, Meliponini) [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59131/tde-13092013-113644/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020