Exportar registro bibliográfico

Efeito da adição da espironolactona ao contraceptivo oral combinado sobre marcadores precoces de doença cardiovascular em mulheres com a Síndrome dos Ovários Policísticos (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: SOARES, GUSTAVO MAFALDO - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGO
  • Subjects: SÍNDROME DO OVÁRIO POLICÍSTICO; DOENÇAS CARDIOVASCULARES; BIOMARCADORES; DISPOSITIVOS ANTICONCEPCIONAIS FEMININOS
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é Ilha doença endócrina associada à disjunção metabólica e alterações nos marcadores de risco de doença cardiovascular (DCV), além disso, os contraceptivos orais (COs) podem exercer um efeito ainda mais deletéria sobre estas alterações em pacientes com SOP. Assim, o objectivo primário deste estudo foi avaliar os efeitos da adição da espironolactona (EPL) a um CO contendo acetato de clormadinona (2 mg) e etinilestradiol (30 mcg), sobre a função e estrutura arterial, em pacientes com SOP. Material e métodos: Este estudo foi um ensaio clínico controlado e randomizado. Cinquenta mulheres com SOP entre 18 e 35 anos de idade foram distribuídas aleatoriamente por um programa de computador para o uso de CO ou CO + EPL. A dilatação da artéria braquial mediada pelo fluxo, a espessura da camada íntima-média e o índice de rigidez da artéria carótida foram avaliados no início e após 6 e 12 meses. Marcadores séricos para DCV também foram analisados. Os dados intra-grupo foram analisados por meio da análise de variância com o pós-teste de Tukey. Um modelo de regressão linear múltipla foi usado para analisar os dados inter-grupo. Resultados: Ao fim de 12 meses, o aumento nos níveis de colesterol total foi maior no grupo CO + EPL em relação ao grupo CO (27% vs 13%, respectivamente, p = 0,02) . O aumento da sex hormone binding globulin (SHBG) foi maior no grupo CO em comparação ao grupo CO + EPL (424% vs 364%, respectivamente, p = 0,01). Não houve diferença significativa entre os grupos nas demais variáveis. Conclusão: A adição de espironolactona ao CO contendo acetato de clormadinona e etinilestradiol não conferiu beneficio algum sobre os marcadores de risco cardiovascular em mulheres jovens com SOP
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.11.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOARES, Gustavo Mafaldo; FERRIANI, Rui Alberto. Efeito da adição da espironolactona ao contraceptivo oral combinado sobre marcadores precoces de doença cardiovascular em mulheres com a Síndrome dos Ovários Policísticos. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012.
    • APA

      Soares, G. M., & Ferriani, R. A. (2012). Efeito da adição da espironolactona ao contraceptivo oral combinado sobre marcadores precoces de doença cardiovascular em mulheres com a Síndrome dos Ovários Policísticos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Soares GM, Ferriani RA. Efeito da adição da espironolactona ao contraceptivo oral combinado sobre marcadores precoces de doença cardiovascular em mulheres com a Síndrome dos Ovários Policísticos. 2012 ;
    • Vancouver

      Soares GM, Ferriani RA. Efeito da adição da espironolactona ao contraceptivo oral combinado sobre marcadores precoces de doença cardiovascular em mulheres com a Síndrome dos Ovários Policísticos. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021