Exportar registro bibliográfico

Avaliação perceptivo-auditiva e acústica de jovens e idosos: buscando a compreensão do envelhecimento (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: BRASOLOTTO, ALCIONE GHEDINI - FOB
  • Unidade: FOB
  • Subjects: PERCEPÇÃO AUDITIVA; AUDIÇÃO; ACÚSTICA; JOVENS; IDOSOS; ENVELHECIMENTO
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A atual população idosa tem atuado cada vez mais em atividades ocupacionais e socioculturais, levando ao aumento da demanda vocal. Estudar as faixas etárias que antecedem a terceira idade e comparar grupos de menor faixa etária pode evidenciar características importantes sobre o envelhecimento vocal. Objetivo: Analisar a voz de adultos e idosos a fim de comparar os parâmetros acústicos e perceptivo-auditivos da voz entre diferentes décadas etárias e determinar a relação entre as características vocais e o avanço da idade. Métodos: Homens e mulheres com idade entre 30 e 79 anos participaram do estudo. Três fonoaudiólogos especialistas em voz avaliaram o grau geral de desvio vocal (G), rugosidade (R) e soprosidade (S) da vogal /a/ e contagem numérica utilizando uma escala analógico-visual de 100 mm. A análise acústica da vogal foi realizada por meio do Multi Dimensional Voice Program – KayPentax (MDVP) sendo extraídos os parâmetros: frequência fundamental média (F0), desvio-padrão da F0 (dp F0), jitter(%), shimmer(%), proporção ruído-harmônico (NHR), índice de turbulência vocal (VTI) e índice de fonação suave (SPI). A comparação entre os grupos etários foi realizada por meio dos testes ANOVA e Tukey. O teste de Pearson foi utilizado para correlacionar os parâmetros acústicos e perceptivos com as faixas etárias. Adotou-se o nível de significância de 5% (p<0,05) para as análises estatísticas. Resultados: A comparação entre as décadas etárias evidenciou que a partir dos 50 anos, homens e mulheres apresentam maior G e R que os de idade inferior (p<0,000); além disso, mulheres da quinta década de vida apresentaram mais S que as da sexta e sétima (p=0,026).O teste de correlação indicou que, com o avanço da idade, todos os parâmetros avaliados aumentaram nas vozes masculinas (p<0,000, p<0,000 e p=0,049); enquanto que nas vozes femininas, apenas G e R aumentaram (p<0,000 e p=0,009). Em relação à acústica, homens e mulheres da sétima década etária apresentaram maior VTI em relação às demais (p=0.040) e o SPI de homens e mulheres da quarta década foi maior que as demais décadas (p<0.000). O teste de correlação entre avanço da idade e parâmetros acústicos foi positiva para dp F0 e NHR nos homens (p<0,000 e p=0,023) e nas mulheres foi negativa para SPI (p=0,025). Para os demais parâmetros acústicos não houve diferença estatística entre gêneros e faixas etárias. Discussão: As características encontradas podem ser justificadas pelas mudanças que normalmente ocorrem no aparelho fonador e com as adaptações e reajustes do falante frente às tais modificações. Os resultados sugerem que o envelhecimento vocal parece se manifestar antes mesmo do inicio da terceira idade. Conclusão: Por meio das análises realizadas, os dados deste estudo sugerem que parâmetros vocais que parecem ser típicas do envelhecimento podem ser identificados em sujeitos a partir de 50 anos de idade. Com o avanço da idade a voz pode conter mais índices de ruído, irregularidades de vibração da mucosa e da emissão da frequência. nas vozes de mulheres com idade mais avançada, há menor soprosidade e mais tensão durante a fonação.
  • Imprenta:
  • Source:
  • Conference titles: Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Aline; BRASOLOTTO, Alcione Ghedini. Avaliação perceptivo-auditiva e acústica de jovens e idosos: buscando a compreensão do envelhecimento. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia[S.l: s.n.], 2012.
    • APA

      Oliveira, A., & Brasolotto, A. G. (2012). Avaliação perceptivo-auditiva e acústica de jovens e idosos: buscando a compreensão do envelhecimento. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. São Paulo: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia.
    • NLM

      Oliveira A, Brasolotto AG. Avaliação perceptivo-auditiva e acústica de jovens e idosos: buscando a compreensão do envelhecimento. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. 2012 ; 17 2507.
    • Vancouver

      Oliveira A, Brasolotto AG. Avaliação perceptivo-auditiva e acústica de jovens e idosos: buscando a compreensão do envelhecimento. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. 2012 ; 17 2507.


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021