Exportar registro bibliográfico

Sistema estuarino-lagunar do Rio São Francisco, zona costeira de Sergipe, Brasil: uso e cobertura da terra e diagnóstico ambiental dos manguezais (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: SANTOS, LUCIANA CAVALCANTI MAIA - PROCAM
  • Unidade: PROCAM
  • Subjects: ECOSSISTEMAS DE MANGUE; PROTEÇÃO AMBIENTAL
  • Language: Português
  • Abstract: O sistema estuarino-lagunar do Rio São Francisco, litoral norte da zona costeira de Sergipe, é uma região que apresenta vastas áreas de manguezal, apesar da incidência de tensores antrópicos. O presente estudo realizou um diagnóstico ambiental dos manguezais dessa zona costeira, considerando-se os níveis hierárquicos setting (paisagem), stand (unidade de paisagem) e site (parcela ou árvore), adaptado da proposta de Schaeffer-Novelli et al. (2000; 2005). Imagens de satélites e fotografias aéreas coloridas da área de estudo foram processadas em SIG e foi gerado um mapa de uso e cobertura da terra para 2008. Verdade de campo foi realizada e características qualitativas da composição da vegetação e da estrutura de bosques de mangue foram registradas. Atualmente 93% (179 km2) da zona costeira em estudo é ocupada por áreas de vegetação natural: manguezal (30 Km2, 16%), apicum (1,4 Km2,0,7%) e formações pioneiras de influência marinha (14 Km2, 77%); enquanto que 7% (13,56 km2) é ocupada por áreas antrópicas: aquicultura (4,6 Km2, 2,4%) e culturas de coco e arroz (9 Km2, 4,7%). Manguezais vêm a pelo menos 40 anos sendo pressionados por diferentes formas de uso da terra, destacando-se atualmente a carcinocultura e culturas de coco e arroz, que ocupam 25% da área total dessa vegetação, o que pode indicar que ¼ dos manguezais foram alterados ou convertidos para usos antrópicos. Esses resultados indicam que estado de conservação dos manguezais do sistema estuarino-lagunar do Rio SãoFrancisco encontra-se bastante vulnerável demandando plano de gestão costeira que considere como prioridade a conservação dos mesmos diante da expansão da carcinocultura, o manejo das atividades locais de forma a considerar a capacidade de suporte do ecossistema manguezal e dos corpos dágua e a segurança das populações locais frente às alterações geradas pelos intensos processos erosivos na região da foz
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.03.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, ^Luciana^Cavalcanti^Maia; LIGNON, Marília Cunha; NOVELLI, Yara Schaeffer. Sistema estuarino-lagunar do Rio São Francisco, zona costeira de Sergipe, Brasil: uso e cobertura da terra e diagnóstico ambiental dos manguezais. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/90/90131/tde-13042012-113222/ >.
    • APA

      Santos, ^L. ^C. ^M., Lignon, M. C., & Novelli, Y. S. (2010). Sistema estuarino-lagunar do Rio São Francisco, zona costeira de Sergipe, Brasil: uso e cobertura da terra e diagnóstico ambiental dos manguezais. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/90/90131/tde-13042012-113222/
    • NLM

      Santos ^L^C^M, Lignon MC, Novelli YS. Sistema estuarino-lagunar do Rio São Francisco, zona costeira de Sergipe, Brasil: uso e cobertura da terra e diagnóstico ambiental dos manguezais [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/90/90131/tde-13042012-113222/
    • Vancouver

      Santos ^L^C^M, Lignon MC, Novelli YS. Sistema estuarino-lagunar do Rio São Francisco, zona costeira de Sergipe, Brasil: uso e cobertura da terra e diagnóstico ambiental dos manguezais [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/90/90131/tde-13042012-113222/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021