Exportar registro bibliográfico

Fotoeletro-oxidação heterogênea do corante Azul Reativo 4: estudo comparativo entre processos oxidativos avançados (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, RODRIGO GARCIA DA - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 593
  • Subjects: CORANTES; OXIDAÇÃO; ELETROQUÍMICA; ÁGUAS RESIDUÁRIAS; INDÚSTRIA TÊXTIL
  • Language: Português
  • Abstract: A proposta principal deste trabalho foi investigar a oxidação fotoeletroquímica do corante Azul Reativo 4 (AR-4) utilizando eletrodo do tipo ADE's de composição nominal ‘Ti/Ru IND. 0,3’‘Ti IND. 0,7’‘O IND. 2’ com incidência de radiação ultravioleta, a fim de observar e compreender os fenômenos que ocorrem na aplicação concomitante destas duas técnicas de tratamento de efluentes perante esta classe de compostos. Entretanto, para encontrar as melhores condições experimentais para aplicação dos tratamentos, realizou-se uma investigação preliminar sobre a oxidação eletroquímica dos corantes Azul Reativo 4 e Laranja Reativo 16 (LR-16), empregando diferentes composições de eletrodos ADE's, ‘Ti/Ru IND. 0,3’‘Sn IND. 0,7’‘O IND. 2’, Ti/(‘RuO IND. 2’)‘ IND. 0,7’(‘Ta IND. 2’‘O IND. 5’)‘ IND. 0,3’ e ‘Ti/Ru IND. 0,3’‘Ti IND. 0,7’‘O IND. 2’, avaliando o efeito do material anódico, da composição do eletrólito suporte contendo tons cloreto e a influência da sua concentração. A oxidação eletroquímica dos corantes reativos promoveu um máximo de remoção de Carbono Orgânico Total (COT) de 60% e 69% para os corantes AR-4 e LR-16, respectivamente, empregando o ânodo contendo a mistura de óxidos de rutênio e titânio em sua composição em eletrólito suporte contendo cloreto em concentrações iguais a 351 mg ‘L POT. -1’. Entretanto, as análises de compostos organohalogenados absorvíveis (AOX) mostraram que ao utilizar cloreto para promover a oxidação indireta dos corantes orgânicos, existe a formação de compostos organoclorados, compostos com alto potencial quanto à toxicidade. Decorrente deste, os procedimentos experimentais seguintes foram realizados em eletrólito suporte contendo somente tons sulfatos, e as fotoeletrólises foram realizadas sob controle galvanostático, utilizando como fonte de radiação UV uma lâmpada de vapor de mercúrio depotência constante igual a 80W, em uma célula de compartimento único, sem recirculação, com volume igual a 0,8 L. Em paralelo, foram realizados experimentos utilizando somente processos eletro-oxidativos e processos fotocatalíticos, separados, para realizar comparações entre os Processos Oxidativos Avançados (POA's). Os estudos foram realizados em função da densidade de corrente aplicada e do tempo de aplicação do processo, num máximo de 120min. Para o processo fotoeletro-oxidativo utilizando a maior densidade de corrente, verificou-se uma rápida remoção total de cor do sistema, e remoção, após 120min, de Demanda Química de Oxigênio (DQO) e COT em torno de 64,7% e 42,7%, respectivamente. As análises por Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE) mostraram que, para durante a aplicação do processo eletroquímico fotoassistido, o corante AR-4 é totalmente removido da solução, gerando subprodutos de reação mais resistentes à degradação, identificados em menores tempos de retenção durante as análises. O consumo energético calculado evidencia que o processo eletroquímico é o tratamento mais vantajoso para remoção de coloração da solução, contudo, os processos fotoeletroquímicos aplicados em condições mais drásticas são os que promovem uma taxa maior de mineralização dos compostos em relação à energia aplicada no sistema
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.03.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Rodrigo Garcia da; DE ANDRADE, Adalgisa Rodrigues. Fotoeletro-oxidação heterogênea do corante Azul Reativo 4: estudo comparativo entre processos oxidativos avançados. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012.
    • APA

      Silva, R. G. da, & De Andrade, A. R. (2012). Fotoeletro-oxidação heterogênea do corante Azul Reativo 4: estudo comparativo entre processos oxidativos avançados. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Silva RG da, De Andrade AR. Fotoeletro-oxidação heterogênea do corante Azul Reativo 4: estudo comparativo entre processos oxidativos avançados. 2012 ;
    • Vancouver

      Silva RG da, De Andrade AR. Fotoeletro-oxidação heterogênea do corante Azul Reativo 4: estudo comparativo entre processos oxidativos avançados. 2012 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021