Exportar registro bibliográfico

Efeitos da inibição farmacológica do fator nuclear KappaB sobre as alterações morfo-funcionais vasculares associadas à hipertensão renovascular (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: CÁU, STEFANY BRUNO DE ASSIS - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFA
  • Subjects: METALOPROTEINASES; HIPERTENSÃO; FARMACOLOGIA MÉDICA
  • Language: Português
  • Abstract: Há uma gama de evidências implicando as metaloproteinases de matriz extracelular (MMP) na disfunção e no remodelamento vascular associados à hipertensão. A expressão das MMPs pode ser regulada por meio da transcrição de seus respectivos genes, muitos dos quais possuem sequências consenso de reconhecimento para o fator transcricional kappaB (NF-kB). O ditiocarbamato de pirrolidina (PDTC) possui efeitos anti-hipertensivos associados ao seu efeito inibitório sobre a ativação do NF-kB. No entanto, os efeitos do tratamento como PDTC sobre o remodelamento vascular e a expressão de MMP-2 e MMP-9 induzidos pela hipertensão dois rins, um clipe (2R1C) ainda não é conhecido. Ratos sham operados ou hipertensos foram tratados com veículo ou PDTC (100 mg/Kg/dia) por gavagem durante oito semanas. A pressão arterial sistólico foi monitorada semanalmente por pletismgrafia de cauda. Anéis de aorta foram isolados para avaliar relaxamento dependente do endotélio. A análise morfométrica das aortas foi realizada em cortes corados com hematoxilina/eosina. A formação de espécies reativas de oxigênio (EROs) e a expressão da sintase induzida do óxido nítrico (iNOS) foram medidas em aortas. Os níveis e a atividade da MMP-2 e da MMP-9 foram determinados por zimografia em gel e in situ, respectivamente. O tratamento com PDTC atenuou o aumento da pressão arterial sistólico e reverteu a disfunção endotelial associadas à hipertensão 2R1C. Além disso, PDTC reverteu o remodelamento vascular aórtico e o aumento dos níveis de ERO e da expressão de iNOS na aorta do grupo de animais hipertensos tratados. Estes efeitos foram associados com a inibição da super-expressão de MMP-2 e MMP-9 vasculares e da atividade gelatinolítica. O tratamento com PDTC previne o aumento da expressão e atividade de MMPs e a disfunção e o remodelamento vascular induzidos pela hipertensão 2R1 C. Nossos dados aindasugarem que os efeitos do PDTC são mediados pela inibição da ativação do NF-kB
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.07.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CAU, Stefany Bruno de Assis; SANTOS, José Eduardo Tanus dos. Efeitos da inibição farmacológica do fator nuclear KappaB sobre as alterações morfo-funcionais vasculares associadas à hipertensão renovascular. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011.
    • APA

      Cau, S. B. de A., & Santos, J. E. T. dos. (2011). Efeitos da inibição farmacológica do fator nuclear KappaB sobre as alterações morfo-funcionais vasculares associadas à hipertensão renovascular. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Cau SB de A, Santos JET dos. Efeitos da inibição farmacológica do fator nuclear KappaB sobre as alterações morfo-funcionais vasculares associadas à hipertensão renovascular. 2011 ;
    • Vancouver

      Cau SB de A, Santos JET dos. Efeitos da inibição farmacológica do fator nuclear KappaB sobre as alterações morfo-funcionais vasculares associadas à hipertensão renovascular. 2011 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021