Exportar registro bibliográfico

Intensidade do ruído na praça de alimentação de shopping center (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LOPES, ANDRÉA CINTRA - FOB ; FERRARI, DEBORAH VIVIANE - FOB
  • School: FOB
  • Subjects: RUÍDO URBANO; PERDA AUDITIVA INDUZIDA POR RUÍDO
  • Language: Português
  • Abstract: O ruído faz parte do nosso dia a dia, não está presente somente nos locais de trabalhos, mas também em momentos de lazer. Segundo Moraes e Regazzi (2002) o ruído é um problema que acompanha o desenvolvimento da tecnologia, e seus efeitos se fazem sentir tanto nos locais de trabalho como nas comunidades. O limite tolerável pela Organização Mundial da Saúde é de 65dB(A), acima desse valor pode causar estresse ao organismo humano. Para os restaurantes são estabelecidos níveis até 50 dB(A), porém essa não é realidade encontrada no nosso cotidiano. Uma pesquisa realizada pela Veja OnLine de 28 de maio de 2003, foram avaliados os níveis de ruído de vários restaurantes de um shopping Center de São Paulo e todos estavam acima dos níveis de ruído permitidos por lei, como diz o título da reportagem é um verdadeiro “barulho indigesto”. Na referida área deste trabalho foram encontrados apenas dois estudos, nacionais, sobre a pesquisa do nível de pressão sonora (NPS) em praças de alimentação. Os quais mostram resultados semelhantes os quais demonstram que os trabalhadores que trabalham nestes locais estão expostos a altos níveis de “ruído”, sendo potencialmente nocivos para a saúde dos trabalhadores.Gonçalves e Adissi (2008) realizaram um estudo quantitativo de caráter transversal e exploratório, por meio de coleta de campo. Pesquisaram os níveis de pressão sonora da praça de alimentação em 4 Shopping Center´s da cidade de João Pessoa, PB, nos dias de maior movimento, sexta-feira, sábado e domingo, entre as 17 horas e 22 horas. Os resultados variaram entre 88, 1 a 92,2 dB(A). No estudo de Ligocki, Teixeira e Parreira (2008), um questionário específico foi aplicado nos trabalhadores da praça de alimentação em Belo Horizonte, MG. As medições apontaram uma média variando entre 98,7dB(A) a 103,0dB(A). Objetivo: Medir o nível de ruído da Praça deAlimentação de um Shopping Center. Metodologia: medidor de pressão sonora Type 2236 da marca Bruel & Kjaer. A mensuração ocorreu às 13 horas, durante 16 minutos na praça de alimentação do Shopping Center de Bauru, SP, em diversos pontos. Resultados e Discussão: Foram encontrados valores ente 66, 1 a 106,6 dB(A), o que é muito acima do permitido. Conclusão:Os níveis de pressão sonora encontrados são suficientemente intensos para prejudicar a conversação, e contribuir para o desconforto, aumentando o estresse na população que frequenta tais locais. Estes resultados expõem que a população em geral está sujeita a riscos auditivos e extra auditivos decorrentes da exposição a níveis de pressão sonora elevados nos ambientes de lazer e/ou ocupacional, o que demonstra a necessidade da atuação fonoaudiológica na prevenção das perdas auditivas induzidas por esta exposição, tanto dos trabalhadores, como nos consumidores.
  • Imprenta:
    • Place of publication: Bauru
    • Date published: 2011
  • Source:
    • Título do periódico: Anais
  • Conference title: Encontro Internacional de Audiologia

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LOPES, Andréa Cintra; FERRARI, Deborah Viviane; YAMAGUTI, E. H.; SOUZA PINTO, F.; SANTOS, M. J. D. Intensidade do ruído na praça de alimentação de shopping center. Anais.. Bauru: [s.n.], 2011.
    • APA

      Lopes, A. C., Ferrari, D. V., Yamaguti, E. H., Souza Pinto, F., & Santos, M. J. D. (2011). Intensidade do ruído na praça de alimentação de shopping center. In Anais. Bauru.
    • NLM

      Lopes AC, Ferrari DV, Yamaguti EH, Souza Pinto F, Santos MJD. Intensidade do ruído na praça de alimentação de shopping center. Anais. 2011 ;
    • Vancouver

      Lopes AC, Ferrari DV, Yamaguti EH, Souza Pinto F, Santos MJD. Intensidade do ruído na praça de alimentação de shopping center. Anais. 2011 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022