Exportar registro bibliográfico

Tirosinas do domínio COOH -terminal regulam a atividade quinase e a função da proteína Syk (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: CASTRO, RODRIGO ORLANDINI DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBP
  • Subjects: PROTEÍNAS QUINASES; IMUNOLOGIA CELULAR; MECANISMOS DE CONTROLE CELULAR
  • Language: Português
  • Abstract: As proteínas da família Syk tirosina quinase possuem um papel essencial na sinalização dos imunorreceptores mediada pelos ITAMs (immunoreceptor tyrosine-based activation motif). A ligação da Syk nos ITAMs fosforilados das subunidades dos imunorreceptores, como o Fc‘épsilon’RI em mastócitos, resulta em mudanças conformacionais que aumentam a atividade enzimática da Syk. Estas mudanças conformacionais expõem o domínio COOH-terminal da Syk que contém três resíduos de tirosinas (Tyr-623, Tyr-624 e Tyr-625 da Syk de rato). Para entender o papel desses resíduos na sinalização do Fc‘épsilon’RI, Syk do tipo selvagem ou Syk contendo as três Tyr substituidas por Phe foi expressa em linhagens de mastócitos ‘Syk POT. -/-’. Os resultados mostraram a redução da desgranulação, da fosforilação das proteínas MAP quinases ERK e p38, e da ativação de NFAT e NF‘capa’B. Em células não estimuladas, observou-se um aumento da fosforilação basal da Syk mutante, que ocorreu predominantemente por autofosforilação e com uma pequena participação de outras proteínas tirosina quinase. Os estudos in vitro mostraram uma redução da ligação da Syk mutante nos ITAMs fosforilados. Esta redução foi devido ao aumento da fosforilação basal da proteína mutante. Syk mutante, imunoprecipitada de células não estimuladas, apresentou significante redução na sua capacidade de fosforilar um substrato, sem alteração da sua autofosforilação. Interessantemente, a desfosforilação da Syk mutante reduziu de maneira crítica sua atividade quinase e a sua capacidade de autofosforilação. Estes dados sugerem que a mutação nas tirosinas do domínio COOH-terminal deixou a Syk com atividade enzimática similar a do seu homólogo ZAP-70, o qual depende de outras proteínas tirosina quinase para a sua ativação. O teste da Syk com as tirosinas mutadas em separado mostrou que a Tyr-624 e principalmente a Tyr-625 regulam da funçãoda Syk. Estes resultados mostraram que as tirosinas do domínio COOH-terminal possuem uma papel essencial na regulação da atividade quinase e na função da Syk
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.12.2010

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CASTRO, Rodrigo Orlandini de; OLIVER, Costance. Tirosinas do domínio COOH -terminal regulam a atividade quinase e a função da proteína Syk. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Castro, R. O. de, & Oliver, C. (2010). Tirosinas do domínio COOH -terminal regulam a atividade quinase e a função da proteína Syk. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Castro RO de, Oliver C. Tirosinas do domínio COOH -terminal regulam a atividade quinase e a função da proteína Syk. 2010 ;
    • Vancouver

      Castro RO de, Oliver C. Tirosinas do domínio COOH -terminal regulam a atividade quinase e a função da proteína Syk. 2010 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021