Exportar registro bibliográfico

Ação da proteína-quinase ativada por RNA na neurobiologia da dor crônica de origem inflamatória (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: TONIOLO, ELAINE FLAMIA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFI
  • Subjects: PROTEÍNAS QUINASES; RNA; DOR; INFLAMAÇÃO; NEUROBIOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: A proteína-quinase ativada por RNA de fita dupla (PKR) é uma proteína quinase que foi caracterizada por induzir a síntese de interferon do tipo I (IFN), tem um papel importante na regulação na translação, transcrição, e transdução do sinal em inúmeras vias. PKR pode ser ativada por muitos fatores como estímulos inflamatórios, fatores de crescimento, citocinas e estresse oxidativo. Este trabalho teve como objetivos (1) identificar o perfil de expressão do RNAm e da proteína PKR e na coluna dorsal da medula espinal durante processo inflamatório crônico, (2) monitorar o efeito da inibição de PKR na medula espinal sobre as alterações de sensibilidade induzidas por doença inflamatória crônica e (3) investigar o efeito da inibição de PKR sobre a fosforização das proteínas p38, p42/44 e JNK na coluna dorsal da medula espinal durante processo inflamatório crônico. Observamos que o RNAm para PKR está presente em células, tanto do gânglio da raiz dorsal, quanto na coluna dorsal da medula espinal e seu perfil de expressão e sua atividade aumentaram durante processo inflamatório crônico. A administração subcutânea de CFA induziu alodinia mecânica e hipernocicepção térmica ipsilateral a injeção sendo que a administração intratecal do inibidor de PKR (5'mü'M/10'mü'L) reverteu esta hipernocicepção, mas não teve efeito sobre a alodinia mecânica. Além disso, animais PK‘R POT. ‘+/-’’ injetados com CFA apresentaram uma redução na hipernocicepção térmica quando comparados aos camundongos PK ‘R POT. ‘+/+’’. Nossos resultados indicam, ainda, que a atividade pró-nociceptiva de PKR está associada a um aumento da fosforização das MAPKs p38 e JNK, mas não de p42/44, na coluna dorsal da medula espinal. Juntos estes resultados indicam haver um potencial terapêutico antinociceptivo para compostos que sejam capazes de inibir ou reduzir a atividade de PKR namedula espinal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.10.2010

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TONIOLO, Elaine Flamia; LUCAS, Guilherme Araújo. Ação da proteína-quinase ativada por RNA na neurobiologia da dor crônica de origem inflamatória. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Toniolo, E. F., & Lucas, G. A. (2010). Ação da proteína-quinase ativada por RNA na neurobiologia da dor crônica de origem inflamatória. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Toniolo EF, Lucas GA. Ação da proteína-quinase ativada por RNA na neurobiologia da dor crônica de origem inflamatória. 2010 ;
    • Vancouver

      Toniolo EF, Lucas GA. Ação da proteína-quinase ativada por RNA na neurobiologia da dor crônica de origem inflamatória. 2010 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021