Exportar registro bibliográfico

Efeito da utilização de lidocaína endovenosa em infusão contínua sobre o relaxamento muscular produzido pelo rocurônio (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: VIVANCOS, GUSTAVO GAMEIRO - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: BLOQUEADORES NEUROMUSCULARES (EFEITOS); ANESTESIOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: O uso de lidocaína endovenosa durante anestesia geral tem seu uso estabelecido e seus benefícios comprovados. Os anestésicos locais, entre eles a lidocaína, interagem na junção neuromuscular potencializando o efeito dos bloqueadores neuromusculares. O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da infusão venosa de lidocaína no relaxamento muscular produzido por duas doses diferentes de rocurônio. Oitenta pacientes com estado físico ASA I ou II submetidos a cirurgia eletiva sob anestesia geral foram distribuídos, de maneira casualizada, em 4 grupos. Os pacientes dos grupos 1 e 2 receberam 0,6 mg/Kg de rocurônio na indução anestésica sendo que os do grupo 2 receberam, também, 2mg/Kg de lidocaína antes da indução seguida por infusão continua de 2mg/kg/h. Já os pacientes dos grupos 3 e 4 receberam 1,2 mg/Kg de rocurônio sendo que os do grupo 4 receberam lidocaína endovenosa tal qual o esquema dos pacientes do grupo 2. A farmacodinâmica do rocurônio foi avaliada por meio da aceleromiografia no músculo adutor do polegar ate a recuperação espontânea do bloqueio neuromuscular. As pressões arteriais sistólica, diastólica e media e a freqüência cardíaca foram medidas antes da indução, logo depois da indução e um minuto depois da IOT. Não foi encontrada diferença estatisticamente significativa entre a latência do rocurônio nas doses de 0,6 mg/Kg e 1,2 mg/Kg nos pacientes que receberam ou não a lidocaína antes da indução anestésica. A latência dos pacientes que receberam rocurônio 0,6 mg/Kg com lidocaína foi estatisticamente igual a dos pacientes que receberam 1,2 mg/Kg de rocurônio. A duração clinica do rocurônio foi de 39,09 minutos no Grupo 1 e aumentou para 46,60 no Grupo 2 (p<0,05). No Grupo 3 ela foi de 70,43 e aumentou para 78,67 minutos no Grupo 4 (p<0,05). A duração total e a recuperação de T4/T1 = 70, 80 e 90% foi prolongada nos pacientes que receberam lidocaína associada a dose de 0,6 mg/Kge não a dose de 1,2 mg/Kg de rocurônio. A duração total do rocurônio na dose de 0,6 mg/Kg foi estendida de 64,89 para 77,46 minutos (p<0,05) com a utilização concomitante de lidocaína e a relação T4/T1 = 90% foi prolongada de 68,74 para 87,75 minutos (p<0,05) nesses mesmos pacientes. Não houve variação entre nenhum dos grupos nos valores do Índice de Recuperação. As repostas hemodinâmicas de hipertensão e taquicardia foram parcialmente atenuadas pela utilização de lidocaína antes da indução anestésica. A utilização de lidocaína em infusão continua durante anestesia geral potencializou o bloqueio neuromuscular produzido pelo rocurônio, prolongando a duração clinica, a duração total e a recuperação final do bloqueio neuromuscular na dose de 0,6 mg/Kg e a duração clinica na dose de 1,2 mg/Kg
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.07.2010

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VIVANCOS, Gustavo Gameiro; GARCIA, Luís Vicente. Efeito da utilização de lidocaína endovenosa em infusão contínua sobre o relaxamento muscular produzido pelo rocurônio. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Vivancos, G. G., & Garcia, L. V. (2010). Efeito da utilização de lidocaína endovenosa em infusão contínua sobre o relaxamento muscular produzido pelo rocurônio. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Vivancos GG, Garcia LV. Efeito da utilização de lidocaína endovenosa em infusão contínua sobre o relaxamento muscular produzido pelo rocurônio. 2010 ;
    • Vancouver

      Vivancos GG, Garcia LV. Efeito da utilização de lidocaína endovenosa em infusão contínua sobre o relaxamento muscular produzido pelo rocurônio. 2010 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020