Exportar registro bibliográfico

Infuência do tipo histológico na sobrevivência tardia dos doentes com adenocarcinoma de ampola de Vater tratados cirurgicamente (2009)

  • Autor:
  • Autor USP: JUKEMURA, JOSÉ - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MGT
  • Assunto: ADENOCARCINOMA
  • Language: Português
  • Abstract: O adenocarcinoma da ampola de Veter pode se originar de diferentes mucosas epiteliais referentes comportamentos evolutivos. O presente trabalho analisa a sobrevivência de pacientes com adenocarcinoma de ampola de Vater submetidos a tratamento cirúgico correlacionando com o tipo histológico. Métodos: Foram estudados 97 pacientes tratados cirurgicamente com intenção curativa de 1985 a 2006. Os tumores foram classificados segundo a origem tecidual por patologista experiente que não tinha conhecimento da evolução do paciente. A sobrevivência foi calculada a partir da data do procedimento cirúgico até a data do óbito ou último contato ambulatorial ou telefônica no período de cinco anos e estimada pelo modelo de Keplan-Meier e comparada pelo teste de log-ranki. Ultilizou-se da regressão de Cox para determinar os fatores prognósticos. RESULTADOS: Foram realizadas 60 (61,7%) duodenopancreatectomias com preservação do piloro e 32 (38,1%) gastroduodenopancreatectomias, a mortalidade pós-operatória imediata foi de 3,1% e a morbidade de 58,7%. Os tumores form classificados segundo a origem tecidual em tipo intestinal em quarentena e três casos (44,3%), tipo pancreatobiliar em quarentena e sete casos (48,5%) e outros tipos em sete casos (7,2%) (cinco adenocarcinomas mucinosos, um adenoescamoso e um adenocarcinoma de células clara). Comparando-se o tipo intestinal e pancreatobiliar, encontrou-se pior sobrevivência de 5 anos no tipo pancreatobiliar. Os dois grupos diferiram commaior bilirrubina pré-operatória, acometimento linfonodal, estadiamento TNM, invasão linfático e perineural no tipo pancreatobiliar. Em relação a analise de sobrevivência e tipo histológico, nos casos tipo intestinal encontrou-se diferença significativa de sobrevivência somente para o acometimento linfático. Já no tipo pancreatobiliar, houve pior sobrevivência para os pacientes com tumor maior que dois centímetros, menor diferenciação celular
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.03.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JUKEMURA, José. Infuência do tipo histológico na sobrevivência tardia dos doentes com adenocarcinoma de ampola de Vater tratados cirurgicamente. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.
    • APA

      Jukemura, J. (2009). Infuência do tipo histológico na sobrevivência tardia dos doentes com adenocarcinoma de ampola de Vater tratados cirurgicamente. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Jukemura J. Infuência do tipo histológico na sobrevivência tardia dos doentes com adenocarcinoma de ampola de Vater tratados cirurgicamente. 2009 ;
    • Vancouver

      Jukemura J. Infuência do tipo histológico na sobrevivência tardia dos doentes com adenocarcinoma de ampola de Vater tratados cirurgicamente. 2009 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021