Exportar registro bibliográfico

Addenbrooke's Cognitive Examination-Revised (ACE-R): adaptação transcultural, dados normativos de idosos cognitivamente saudáveis e de aplicabilidade como instrumento de avaliação cognitiva breve para pacientes com doença de Alzheimer provável leve (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: CARVALHO, VIVIANE AMARAL - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MNE
  • Subjects: TESTES NEUROPSICOLÓGICOS; DEMÊNCIA; DOENÇA DE ALZHEIMER; DIAGNÓSTICO; IDOSOS
  • Language: Português
  • Abstract: A Addenbrooke's Cognitive Examination - Revised (ACE-R) avalia cinco domínios cognitivos em conjunto e também oferece notas parciais para cada um deles, a saber: Atenção e Orientação, Memória, Fluência, Linguagem e Habilidades Visuais-Espaciais. Essa bateria tem se mostrado útil na diferenciação entre a doença de Alzheimer (DA) e a demência frontotemporal (DFT) em outros países. O instrumento foi submetido à adaptação para o português e sua versão brasileira foi previamente publicada pelos autores. OBJETIVO: Investigar o desempenho de indivíduos idosos cognitivamente saudáveis e de outros com DA provável leve na versão brasileira da ACE-R. MÉTODOS: O teste foi administrado a um grupo de 31 pacientes com DA provável leve e a 114 idosos cognitivamente saudáveis. Destes, 62 foram equiparados aos pacientes por idade e escolaridade. Todos os participantes incluídos tinham idade ? 60 anos e ? 4 anos de escolaridade. Não apresentavam sintomatologia depressiva associada, definida como pontuação > 7 na Escala Cornell para Depressão em Demência. O comprometimento cognitivo dos pacientes foi evidenciado por pontuação < 123 na Escala Mattis de Avaliação de Demência (DRS). Os controles apresentaram escore total na DRS ? 123. Dados normativos foram extraídos da amostra total de indivíduos sadios. Foi analisada a correlação entre a ACE-R e o Teste de Memória de Figuras (BCB-Edu), os de Fluência Verbal (Frutas e F.A.S.) e a Bateria de Avaliação Frontal. Os grupos/variáveis foramanalisados pelos testes Qui-quadrado, Teste t de Student e Teste de Mann-Whitney. Analisou-se a influência da idade/escolaridade pelo ANOVA e Bonferroni (dados com distribuição normal) e pelo Teste de Kruskal-Wallis e Método Diferença Mínima Significativa (dados sem distribuição normal) (Continuaçõa) Os índices de correlação de Pearson e Spearman foram utilizados para aferir a relação entre o desempenho na ACE-R e nos demais testes cognitivos. A acurácia da bateria foi investigada pela análise das áreas das curvas ROC. RESULTADOS: As médias (DP) de idade e escolaridade dos 62 controles foram de 77,82 (6,58) e 10,05 (4,98), e dos pacientes, 78,03 (6,74) e 9,97 (5,19), respectivamente. A amostra sadia foi subdividida em três faixas etárias (60-69, 70-79 e ? 80) e em três grupos de escolaridade (4-7, 8-11 e ?12). As subescalas da ACE-R se correlacionaram significativamente com os demais testes. Os escores gerais da bateria e da DRS mostraram forte correlação A escolaridade influenciou em todos os escores da ACE-R. Já a idade interferiu nas subescalas Memória, Fluência e na pontuação total. A nota de corte < 78 na ACE-R demonstrou sensibilidade de 100% e especificidade de 82,26% para o diagnóstico de DA leve (ASC = 0,947). A nota de corte para DA determinada pela razão VLOM foi de > 3,22 (ASC = 0,836; sens. 67,74%; espec. 96,77% e VPP 91,73%). CONCLUSÕES: A versão brasileira da ACE-R provou ser um instrumento de boa acurácia e de propriedadesdiagnósticas satisfatórias para a avaliação cognitiva em nosso meio, tendo sido capaz de discriminar pacientes com DA leve de indivíduos controles, além de avaliar com eficiência vários domínios cognitivos comumente afetados em estágios iniciais da doença. Os dados normativos apresentados representam parâmetros úteis de normalidade em idosos brasileiros
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.09.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARVALHO, Viviane Amaral; CARAMELLI, Paulo. Addenbrooke's Cognitive Examination-Revised (ACE-R): adaptação transcultural, dados normativos de idosos cognitivamente saudáveis e de aplicabilidade como instrumento de avaliação cognitiva breve para pacientes com doença de Alzheimer provável leve. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-09122009-153803/ >.
    • APA

      Carvalho, V. A., & Caramelli, P. (2009). Addenbrooke's Cognitive Examination-Revised (ACE-R): adaptação transcultural, dados normativos de idosos cognitivamente saudáveis e de aplicabilidade como instrumento de avaliação cognitiva breve para pacientes com doença de Alzheimer provável leve. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-09122009-153803/
    • NLM

      Carvalho VA, Caramelli P. Addenbrooke's Cognitive Examination-Revised (ACE-R): adaptação transcultural, dados normativos de idosos cognitivamente saudáveis e de aplicabilidade como instrumento de avaliação cognitiva breve para pacientes com doença de Alzheimer provável leve [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-09122009-153803/
    • Vancouver

      Carvalho VA, Caramelli P. Addenbrooke's Cognitive Examination-Revised (ACE-R): adaptação transcultural, dados normativos de idosos cognitivamente saudáveis e de aplicabilidade como instrumento de avaliação cognitiva breve para pacientes com doença de Alzheimer provável leve [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-09122009-153803/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021