Exportar registro bibliográfico

Orientação profissional e para o trabalho de jovens com deficiência mental: uma análise sócio-histórica das propostas institucionais no Brasil (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, LEONARDO LOPES DA - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PST
  • Subjects: ORIENTAÇÃO VOCACIONAL; RETARDO MENTAL; INCLUSÃO SOCIAL; PSICOLOGIA SOCIAL (HISTÓRIA)
  • Language: Português
  • Abstract: Na história humana as atitudes e estratégias de intervenção em relação ao deficiente foram bem variadas, desde barbárie até o assistencialismo. No contexto atual, inicia-se uma nova proposta que aborda a inclusão social e os direitos humanos. Neste bojo encontram-se aspectos de cidadania e construção de identidade, onde o trabalho aparece como elemento de inclusão e ocupa lugar de centralidade. Por outro lado, encontramos poucos estudos que enfoquem a preparação para o trabalho e a Orientação Profissional de jovens e adultos com deficiência mental. Partindo desta realidade, o objetivo deste estudo foi o de tomar conhecimento das propostas desenvolvidas por duas instituições distintas, acerca da Educação Profissional em sua tangência com a Orientação Profissional de jovens com deficiência mental, a fim de mapear os possíveis avanços na área e identificar novas perspectivas de atuação, sob a ótica da abordagem sócio-histórica, tal como proposta por Vygotsky. Através da análise de entrevistas com coordenadores de área nas instituições, levantamos qual é realidade e as dificuldades encontradas por estes nas intervenções com jovens e adultos com deficiência mental, tal como questões de escolaridade e qualificação, que são fatores de exclusão, como apontado na literatura. Observa-se que a instituições de Educação Especial está se reestruturando em função da abertura de um espaço institucional tendo que considerar as exigências de mercado para o indivíduo. A Lei deCotas, que prevê a contratação de um percentual de funcionários com deficiência por empresas de médio e grande porte, traz uma nova realidade para a instituição de natureza filantrópica, que busca se estruturar em função desta nova legislação. Inclui uma ampliação quanto ao recrutamento e seleção, bem como a necessidade de ampliar a qualificação desta população para o trabalho, além da perspectiva de realizar intervenções em Orientação Profissional de maneira sistemática. Em todos os casos analisados, concluímos que o papel da Orientação Profissional, aliado à Educação Profissional e ao Recrutamento e Seleção dos jovens adultos com deficiência mental se faz como demanda necessária e percebida, ainda que timidamente, pelas instituições que lidam com essa população. Este papel se caracteriza, sobretudo por uma intermediação do jovem com deficiência mental e o trabalho
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.05.2008

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Leonardo Lopes da; LEHMAN, Yvette Piha. Orientação profissional e para o trabalho de jovens com deficiência mental: uma análise sócio-histórica das propostas institucionais no Brasil. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.
    • APA

      Silva, L. L. da, & Lehman, Y. P. (2008). Orientação profissional e para o trabalho de jovens com deficiência mental: uma análise sócio-histórica das propostas institucionais no Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Silva LL da, Lehman YP. Orientação profissional e para o trabalho de jovens com deficiência mental: uma análise sócio-histórica das propostas institucionais no Brasil. 2008 ;
    • Vancouver

      Silva LL da, Lehman YP. Orientação profissional e para o trabalho de jovens com deficiência mental: uma análise sócio-histórica das propostas institucionais no Brasil. 2008 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021