Exportar registro bibliográfico

Perfil Farmacocinético do bussulfano e a associação com a resposta clinica em pacientes submetidos a transplante de células tronco hematopoéticas (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: CASTRO, FRANCINE ATTIÉ DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: FARMACOBOTÂNICA; CÉLULAS-TRONCO (TRANSPLANTE)
  • Language: Português
  • Abstract: O bussulfano (1,4-butanodiol dimetanosulfonato) é um agente alquilante bifuncional comumente administrado em associação com a ciclofosfamida (CY) ou a fludarabina (FLU) em regime de condicionamento pré-transplante de células tronco hematopoéticas. A farmacocinética do bussulfano (BU) quando associado à FLU é pouco conhecida, especialmente quando essa associação é feita com BU oral. Alguns estudos relatam que o tratamento preconizado de BU (16 doses de 1 mg/ Kg de 6 em 6 horas, administradas oralmente ou 0,8 mg/Kg na forma endovenosa) está associado ao risco de graves toxicidades, a diminuição da sobrevida e para alguns pacientes o tratamento não atinge o efeito mielossupressor necessário. No presente trabalho, um ensaio sensível e específico, baseado na análise por cromatografia liquida de alta eficiência, com detecção de luz ultra-violeta, foi validado para analisar BU em amostras de plasma humano. A resposta do detector foi linear dentro da faixa estudada, 0,1- 5 µg/mL, com r> 0,99 e tempo de análise de 16 minutos. A precisão intra e inter-ensaio apresentaram valores dentro dos especificados pela ANVISA e o limite de quantificação foi de 100 ng/mL. Amostras plasmáticas de 26 pacientes foram analisadas e as concentrações plasmáticas médias (Css) foram associadas às suas respostas clínicas. Dois diferentes protocolos foram utilizados, BU associado à CY e BU associado à FLU (BUCY e FLUBU), e comparados. Vinte e seis pacientes portadores de doenças onco-hematológicascom idade média de 32 anos (intervalo, 15-57 anos) foram incluídos no estudo. Onze pacientes fizeram parte do protocolo FLUBU e 15 do BUCY. A Css de BU sugerida é de 600-900 ng/mL, no grupo de pacientes que recebeu FLUBU a Css observada foi 1275,4 ng/mL e no grupo BUCY foi 966,4 ng/mL. Importantes variações inter-paciente nas concentrações de BU foram identificadas durante o regime de condicionamento. Não foi encontrada associação entre a Css do BU e toxicidade do transplante de células tronco hematopoéticas. No protocolo FLUBU observou-se redução no "clearance" do BU quando comparado com pacientes do grupo BUCY. Conclui-se que a variabilidade inter-paciente limita a aplicação de modelos farmacocinéticos para previsão de concentrações e sugere-se a individualização de doses nos dois tipos de protocolos estudados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.02.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CASTRO, Francine Attié de; SIMÕES, Belinda Pinto. Perfil Farmacocinético do bussulfano e a associação com a resposta clinica em pacientes submetidos a transplante de células tronco hematopoéticas. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009.
    • APA

      Castro, F. A. de, & Simões, B. P. (2009). Perfil Farmacocinético do bussulfano e a associação com a resposta clinica em pacientes submetidos a transplante de células tronco hematopoéticas. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Castro FA de, Simões BP. Perfil Farmacocinético do bussulfano e a associação com a resposta clinica em pacientes submetidos a transplante de células tronco hematopoéticas. 2009 ;
    • Vancouver

      Castro FA de, Simões BP. Perfil Farmacocinético do bussulfano e a associação com a resposta clinica em pacientes submetidos a transplante de células tronco hematopoéticas. 2009 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021