Exportar registro bibliográfico

Aplicação de marcadores microssatélites na caracterização de recursos genéticos de Tabebuia roseo-alba conservados ex situ no Banco de Germoplasma da Floresta da USP de Ribeirão Preto (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: MARTINEZ, MARCELO LUIS LOMBARDI - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: GERMOPLASMA VEGETAL; ÁRVORES (CONSERVAÇÃO); GENÉTICA VEGETAL
  • Language: Português
  • Abstract: O interior do Estado de São Paulo, anteriormente ocupado por matas semidecíduas e cerrado, hoje está praticamente tomado por diferentes culturas ou pastagens, restando apenas algumas pequenas manchas de cerrado e de mata, apontando para uma drástica perda do rico patrimônio genético florestal. A região de Ribeirão Preto é uma das mais devastadas do Estado de São Paulo, principalmente nas regiões próximas aos mananciais e indústrias de cana-de-açúcar e suas matas encontram-se hoje totalmente fragmentadas e reduzidas a 2 % de sua área original. Ante a urgência de se resgatar as espécies arbóreas nativas da flora regional, foi implantado o Projeto Floresta USP, no campus da USP de Ribeirão Preto, sendo 30 ha de reflorestamento heterogêneo e 45 ha correspondem ao Banco de Germoplasma (BG-USP/RP). Tabebuia roseo-alba (ipê-branco; Bignoniaceae) é uma das 44 espécies presentes nesse Banco pelo fato de ser pouco observada em condições naturais, necessitando de estudos que visem o entendimento da sua diversidade genética nos remanescentes florestais e no próprio BG-USP/RP para a adoção correta das estratégias de manejo e conservação. Os marcadores microssatélites são indiscutivelmente os mais indicados para este tipo de estudo, em razão de seu elevado conteúdo informativo, sua robustez analítica, transferibilidade e facilidade .de obtenção de dados genéticos via PCR. Este estudo teve por objetivos analisar a diversidade genética de matrizes e progênies de Troseo-alba e verificar a maternidade dessas progênies conservadas no BG-USP/RP, utilizando 10 pares de primers SSR transferidos de Tabebuia aurea. O DNA foi extraído de folhas de todos os indivíduos, as condições de amplificação e separação por eletroforese vertical em géis de poliacrilamida padronizadas e os géis corados com nitrato de prata. A partir dos dados gerados foram estimados parâmetros genéticos de diversidade com auxílio dos programas GDA 1.0, FSTAT ) 2.9.3, Cervus 3.0 e Structure 2.2.3. Houve um sucesso de 90% na amplificação das regiões microssatélites para os 10 locos SSR analisados, mas foram empregados neste estudo apenas 8 locos SSR, que estão em equilíbrio de ligação e apresentaram um valor médio de PIC altamente informativo (0,745). Nas matrizes e progênies do Banco analisadas foi observada uma alta riqueza alélica (85 e 96 alelos), e uma elevada diversidade genética (0,746 e 0,775), respectivamente, sendo que a heterozigosidade média observada foi menor que a esperada, evidenciando um déficit de heterozigotos. O índice de fixação para as matrizes de T roseo-alba foi alto ('F IND.is' =0,638) e significativamente diferente de zero (P<0,05), sugerindo a atuação de algum fator gerador de endogamia como cruzamentos entre indivíduos aparentados, auto-fecundação, efeito Wahlund e a presença de alelos nulos segregando nestes locos. Adicionalmente, as progênies também apresentaram um alto valor de 'F IND. Is' (0,696), indicando que o sistema decruzamento de T roseo-alba deve ser o principal fator pelo alto coeficiente de endogamia. A análise conjunta dos locos tanto nas matrizes como nas progênies apresentou altas probabilidades de exclusão de paternidade, confirmando que esta bateria de locos tem alto potencial para estudos de análise de paternidade/maternidade em T roseo-alba. Análises de maternidade mostraram que apenas 62 % das progênies de T roseo-alba do BG-USP/RP têm sua origem materna identificada, mas o fornecimento de sementes para programas de reflorestamento não ficará comprometido uma vez que foram transferidos 95,3 % dos alelos das matrizes para as progênies do BG-USP/RP, contribuindo para a conservação ex situ desta importante espécie florestal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.12.2008
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARTINEZ, Marcelo Luís Lombardi; MARIN, Ana Lilia Alzate. Aplicação de marcadores microssatélites na caracterização de recursos genéticos de Tabebuia roseo-alba conservados ex situ no Banco de Germoplasma da Floresta da USP de Ribeirão Preto. 2008.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59139/tde-15012009-105304/ >.
    • APA

      Martinez, M. L. L., & Marin, A. L. A. (2008). Aplicação de marcadores microssatélites na caracterização de recursos genéticos de Tabebuia roseo-alba conservados ex situ no Banco de Germoplasma da Floresta da USP de Ribeirão Preto. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59139/tde-15012009-105304/
    • NLM

      Martinez MLL, Marin ALA. Aplicação de marcadores microssatélites na caracterização de recursos genéticos de Tabebuia roseo-alba conservados ex situ no Banco de Germoplasma da Floresta da USP de Ribeirão Preto [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59139/tde-15012009-105304/
    • Vancouver

      Martinez MLL, Marin ALA. Aplicação de marcadores microssatélites na caracterização de recursos genéticos de Tabebuia roseo-alba conservados ex situ no Banco de Germoplasma da Floresta da USP de Ribeirão Preto [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59139/tde-15012009-105304/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021