Exportar registro bibliográfico

Efeitos clínicos, funcionais e inflamatórios de budesonida 800 mcg ao dia e budesonida 400 mcg associada a formoterol 24 mcg ao dia no tratamento da asma (2008)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MENEZES, MARCELO BEZERRA DE - FMRP
  • Unidades: FMRP
  • Sigla do Departamento: RNP
  • Subjects: ASMA; ANTIASMÁTICOS (EFEITOS;TRATAMENTO)
  • Language: Português
  • Abstract: Corticosteróides inalatórios e 'beta'-agonistas de ação prolongada são medicações de controle usadas comumente no tratamento da asma persistente. Para pacientes em uso somente de corticosteróide inalatório pode-se aumentar a dose do mesmo ou associar um 'beta'-agonista de ação prolongada para incrementar o tratamento. Enquanto a segunda opção parece gerar melhor controle clínico, ainda não se tem certeza quanto a sua atuação na inflamação de vias aéreas. O objetivo deste estudo foi comparar parâmetros clínicos, funcionais e inflamatórios de asmáticos antes e depois de intervenções terapêuticas específicas: aumento da dose de corticosteróide ou adição de um 'beta'-agonista de ação prolongada ao tratamento previamente usado com budesonida (corticosteróide). Para tanto, empreendemos estudo randomizado, duplo-cego em que asmáticos passaram por um período pré-randomização usando budesonida 400 mcg ao dia por 6 semanas, após as quais foram randomizados para receber 800 mcg ao dia de budesonida (grupo BUD) ou 400 mcg de budesonida mais 24 mcg de formoterol (grupo FORMO) por mais 9 semanas (período pós-randomização). Ao final de cada período eram submetidos a avaliação clínica, avaliação de medidas de pico de fluxo expiratório (PFE), espirometria, broncoprovocação com solução salina hipertônica (SSH) e escarro induzido (a partir do qual eram realizadas lâminas para contagem diferencial de células, cultura de células e dosagens no escarro e no meio de cultura deinterleucina-4 (IL-4), tumor necrosis factor-'alfa' (TNF-'alfa') e eotaxina-2). Vinte pacientes com asma persistente completaram o estudo (10 em cada grupo). A taxa de exacerbações (pacientes que sofreram exacerbação / pacientes randomizados) foi maior no grupo BUD do que no grupo FORMO (8/19 e 1/13, respectivamente; p<0,05). Os valores de PFE matutino e noturno em porcentagem do previsto aumentaram no período pós-randomização somente no grupo FORMO (média '+ OU -' desvio-padrão de PFE matutino pré x pós: 93,4 '+ OU -' 22% x 105,5 '+ OU -' 24,2%; p<0,01. PFE noturno pré x pós: 91,8 '+ OU -' 21,7% x 106,9 '+ OU -' 23,6%; p<0,01). As contagens de neutrófilos no escarro, em porcentagem de leucócitos, aumentaram em ambos os grupos no período pós-randomização (grupo BUD pré x pós: 29,0 '+ OU -' 14,1% x 39,2 '+ OU -' 11,0%; p<0,05. Grupo FORMO pré x pós: 23,0 '+ OU -' 12,6% x 39,3 '+ OU -' 18,1%; p<0,05). A viabilidade de leucócitos (porcentagem de células viáveis) após cultura aumentou somente no grupo FORMO (viabilidade pré x pós: 87,4 '+ OU -' 7,2% x 93,3 '+ OU -' 3,9%). Nenhum outro parâmetro se alterou significativamente em qualquer dos grupos ao se comparar pré- e pós-randomização. Este estudo mostrou que a associação de corticosteróide com 'beta'-agonista de ação prolongada aumentou valores de PFE e diminuiu taxa de exacerbações, apesar de possível ação pró-inflamatória em culturas de leucócitos do escarro, conforme inferido a partir doaumento de viabilidade de um subgrupo dessas células mediante o regime. Ambos esquemas terapêuticos testados causaram aumento de neutrófilos no escarro
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.09.2008

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MENEZES, Marcelo Bezerra de; VIANNA, Elcio dos Santos Oliveira. Efeitos clínicos, funcionais e inflamatórios de budesonida 800 mcg ao dia e budesonida 400 mcg associada a formoterol 24 mcg ao dia no tratamento da asma. 2008.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008.
    • APA

      Menezes, M. B. de, & Vianna, E. dos S. O. (2008). Efeitos clínicos, funcionais e inflamatórios de budesonida 800 mcg ao dia e budesonida 400 mcg associada a formoterol 24 mcg ao dia no tratamento da asma. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Menezes MB de, Vianna E dos SO. Efeitos clínicos, funcionais e inflamatórios de budesonida 800 mcg ao dia e budesonida 400 mcg associada a formoterol 24 mcg ao dia no tratamento da asma. 2008 ;
    • Vancouver

      Menezes MB de, Vianna E dos SO. Efeitos clínicos, funcionais e inflamatórios de budesonida 800 mcg ao dia e budesonida 400 mcg associada a formoterol 24 mcg ao dia no tratamento da asma. 2008 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020