Exportar registro bibliográfico

Indução de sincícios por isolados clínicos do vírus sincicial respiratório humano: relações com transcrição do gene F e produção de progênie (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: GAGLIARDI, TALITA BIANCA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBP
  • Subjects: INFECÇÕES RESPIRATÓRIAS (IMUNOLOGIA); INFECÇÕES POR VÍRUS DE RNA (PATOGENICIDADE)
  • Language: Português
  • Abstract: O vírus sincicial respiratório humano (HRSV) é o agente mais freqüente de doença respiratória grave, inclusive bronquiolite, em crianças e uma importante causa de pneumonia no primeiro ano de vida. Ele é um vírus de RNA de polaridade negativa não segmentado, com nucleocapsídeo helicoidal e envelope lipoprotéico. Neste encontra-se inserida a glicoproteína F, principal responsável pela fusão entre o envelope viral e a membrana plasmática da célula hospedeira, permitindo a liberação do nucleocapsídeo no citoplasma, bem como a formação de sincícios. O sincício, célula multinucleada resultante da fusão de 3 ou mais células adjacentes, é o principal componente do efeito citopático de HRSV e tem sido considerado como um dos principais modos de disseminação do vírus no epitélio respiratório, por evitar exposição do vírus ao fluído extracelular e anticorpos neutralizantes. O presente estudo avaliou a formação de sincícios por isolados clínicos puros de HRSV, em relação à quantidade de mRNA do gene da proteína F. Foi também estudado o efeito de coinfecções in vitro com para influenza vírus humano tipo 2 (HPIV-2), metapneumovírus humano (HMPV), influenza vírus humano tipo A (Flu-A) e rinovírus humano sorotipo 39 (HRV-39). Para o isolamento de HRSV foram utilizados aspirados nasofaríngeos, coletados de crianças menores de 5 anos, atendidas de 2005 a 2007, com sintomas de infecção respiratória em dois hospitais de Ribeirão Preto. As amostras HRSV-positivas foram inoculadas emcultura de células HEp-2 e os isolados passados serialmente até a visualização do efeito citopático, quando foi feito o ensaio de formação de sincício na passagem seguinte. Este ensaio consistiu em avaliar a quantidade de sincícios por contagem visual com coloração de Giemsa e por FACS. O tamanho dos sincícios foi avaliado por visualização. O título viral foi avaliado pelo ensaio de formação de placa de lise e o mRNA do gene da proteína F pela reação em cadeia da polimerase em tempo real (PCR-TR). O estudo foi realizado com 7 isolados clínicos positivos apenas para HRSV. O ensaio de quantificaçao de sincícios por FACS mostrou ser mais sensível que a contagem visual. Não houve relação entre quantidade e tamanho de sincícios, nem entre quantidade de sincícios por FACS e tamanho do inóculo. Quantidades de mRNA do gene F por PCR-TR foram normalizadas pelo inóculo e nenhuma relação óbvia foi notada entre estas e as quantidades ou os tamanhos dos sincícios. A coinfecção in vitro de HRSV com HPIV-2, mas não com HMPV, mostrou aumentar a quantidade de sincícios, enquanto coinfecções com HRV-39 e Flu-A mostraram reduzir as quantidades de sincícios. Isolados clínicos puros de HRSV mostram atividade transcricional de mRNA de F diferentes entre si. Não foram notadas correlações entre mRNA de F e tamanhos ou quantidades de sincícios
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.05.2008

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GAGLIARDI, Talita Bianca; ARRUDA NETO, Eurico de. Indução de sincícios por isolados clínicos do vírus sincicial respiratório humano: relações com transcrição do gene F e produção de progênie. 2008.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008.
    • APA

      Gagliardi, T. B., & Arruda Neto, E. de. (2008). Indução de sincícios por isolados clínicos do vírus sincicial respiratório humano: relações com transcrição do gene F e produção de progênie. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Gagliardi TB, Arruda Neto E de. Indução de sincícios por isolados clínicos do vírus sincicial respiratório humano: relações com transcrição do gene F e produção de progênie. 2008 ;
    • Vancouver

      Gagliardi TB, Arruda Neto E de. Indução de sincícios por isolados clínicos do vírus sincicial respiratório humano: relações com transcrição do gene F e produção de progênie. 2008 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021