Exportar registro bibliográfico

Aspectos químicos-ecológicos de Neea theifera (Oerst) e Guapara graciliflora (Lundell) Nyctaginaceae) e a comunidade de Arthropoda no cerrado stricto sensu, gleba Pé-de-Gigante, Parque Estadual Vassununga-SP (2008)

  • Authors:
  • Autor USP: MELONI, FERNANDO - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: CERRADO; INTERAÇÃO PLANTA-INSETO; PARQUES ESTADUAIS; BIODIVERSIDADE
  • Language: Português
  • Abstract: N. theifera e G. graciliflora são representantes de Nyctaginaceae ocorrentes no cerrado e estudos recentes indicam que esse grupo apresenta altas taxas de nitrogênio foliar. O fato é incomum, já que as características edáficas do cerrado, em geral, estão relacionadas ao crescimento de espécies escleromórficas, com alta relação carbono/nitrogênio e mecanismos de defesa predominantemente quantitativos. Este estudo teve como objetivo, compreender os processos químico-ecológicos que envolvem a interação entre N. theifera e G. graciliflora com seus herbívoros nas condições do cerrado. Foram levantados os dados sobre a química foliar, herbivoria, estrutura da comunidade de Arthropoda, fenologia e das características edáficas dos locais de ocorrência das espécies. Os resultados apontam que a fenologia tem um importante papel sobre o controle da herbivoria, uma vez que o brotamento e floração precoces evitam a ação dos principais herbívoros. As taxas de herbivoria foram consideradas altas, atingindo em torno de 70% após 240 dias decorridos do brotamento. Foi encontrada baixa relação de carbono/nitrogênio, presença de alcalóides e ausência da influênica de taninos na herbivoria de ambas as espécies. A estrutura da comunidade de Arthropoda apresentou padrão aninhado, com poucas espécies muito freqüentes, e muitas espécies pouco freqüentes, nas duas espécies. A comparação entre as variáveis edáficas apontou que a quantidade matéria orgânica e a concentração de alumínio nosolo estão correlacionadas entre si e inversamente correlacionadas com a presença de Nyctaginaceae. Dessa maneira, concluiu-se que apesar dos altos valores nutritivos, as defesas qualitativas influenciam a ação dos herbívoros, porém as poucas espécies consideradas adaptadas promovem altas taxas de herbivoria. O principal herbívoro causador de danos nas plantas é um Hemíptera, Heteroptera, pertencente à família Tingida, gênero Corythuca sp. (identificação não confirmada). A presença de predadores mostrou-se importante para a compreensão da estrutura da comunidade de Arthropoda. Os dados obtidos sobre a relação entre matéria orgânica, concentração de alumínio e a presença de Nyctaginaceae, indicam haver possíveis vantagens adaptativas das Nyctaginaceae à sobrevivência sob as condições edáficas do cerrado sensu stricto
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.06.2008

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MELONI, Fernando; VARANDA, Elenice Mouro. Aspectos químicos-ecológicos de Neea theifera (Oerst) e Guapara graciliflora (Lundell) Nyctaginaceae) e a comunidade de Arthropoda no cerrado stricto sensu, gleba Pé-de-Gigante, Parque Estadual Vassununga-SP. 2008.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008.
    • APA

      Meloni, F., & Varanda, E. M. (2008). Aspectos químicos-ecológicos de Neea theifera (Oerst) e Guapara graciliflora (Lundell) Nyctaginaceae) e a comunidade de Arthropoda no cerrado stricto sensu, gleba Pé-de-Gigante, Parque Estadual Vassununga-SP. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Meloni F, Varanda EM. Aspectos químicos-ecológicos de Neea theifera (Oerst) e Guapara graciliflora (Lundell) Nyctaginaceae) e a comunidade de Arthropoda no cerrado stricto sensu, gleba Pé-de-Gigante, Parque Estadual Vassununga-SP. 2008 ;
    • Vancouver

      Meloni F, Varanda EM. Aspectos químicos-ecológicos de Neea theifera (Oerst) e Guapara graciliflora (Lundell) Nyctaginaceae) e a comunidade de Arthropoda no cerrado stricto sensu, gleba Pé-de-Gigante, Parque Estadual Vassununga-SP. 2008 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021